Alcoolismo na juventude e adolescência


Você pode estar se perguntando: – Porque um assunto desses num site considerado cristão?

Pois é… Assim como existem adolescentes e jovens cristãos que ainda dão ibope para cantores seculares, sempre usando a famosa frase “Não tem nada a ver!”, existem jovens e adolescentes que frequentam Igrejas e estão bebendo escondido de seus pais. Os pais, por eles ou elas estarem na Igreja, se desguarnecem e nem sequer imaginam que seus filhos estão nessa onda de doido.

Vamos lá!

Ser um alcoólatra quando jovem implica em problemas até mais graves do que quando se é adulto. Isso porque o abuso do álcool pode alterar o sistema nervoso que ainda está em formação. O resultado: causa dependência de forma mais rápida e destruidora do que em pessoas maiores de 21 anos, segundo Sérgio Duailib, especialista em dependência química e doutor pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).

– Quanto mais precoce se inicia o consumo de álcool, mais cedo a bebida vai atingir o sistema nervoso. Essa estimulação precoce leva à repetição do comportamento de forma bem mais frequente do que em um cérebro de um adulto, que já está totalmente formado e preparado para receber e reagir a esses estímulos.
O resultado das bebedeiras tende a influenciar de forma crítica o aprendizado e a vida social desse jovem.
– A dependência leva à tolerância da bebida e esse jovem vai precisar cada vez mais dela para conseguir o mesmo efeito. Isso vai levar à queda do rendimento escolar e alteração do comportamento.
Tratamento
O alcoolismo juvenil deve ser tratado. O ideal é procurar um médico psiquiatra, que tem condição de analisar o comportamento e administrar medicação adequada, da mesma forma como são tratados alcoólatras de qualquer idade. O diferencial, nesses casos, no entanto, é saber como lidar com um paciente mais jovem. Por isso, Katz indica aos pais a procura por especialistas em tratamento de adolescentes.
– O adolescente é muito mais impulso do que emoção. Com eles tem que se buscar primeiro uma questão motivacional, trabalhar com reforços positivos, e descobrir se ele sofre de outros quadros como ansiedade, déficit de atenção ou depressão, antes de tratar.

Queridos pais e responsáveis, fiquem ligados!

Vocês podem ter um alcoólatra dentro de casa e não sabe… Lembra da frase “os pais são os últimos a saber”?

Últimos a saber e os primeiros e únicos que seguram a bomba no final de tudo.

Acompanhe de perto os passos de seus filhos e filhas, mesmo eles estando na Igreja!
 
FONTE: APODI PRA JESUS!

NOTA DE PESAR – JOSÉ ALENCAR, ETERNO GUERREIRO!

Em dos momentos que Lula e dilma visitaram José Alencar

Posse de Lula e José alencar
Na tarde de terça-feira, 29 de março, o ex-vice-presidente José Alencar, deixa o cenário político e entra para a história do Brasil. É com muito pesar que a diretoria do CPC-RN, da ANE-RN, do CPC da ANE-RN, da AMES-NOVA CRUZ-RN e do MESC-SANTA CRUZ-RN,  presta homenagem ao homem guerreiro, que teve em sua identidade a simplicidade, a ética e a luta pela democracia.
Seu falecimento, ocorreu no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo,e marcou o fim da luta contra um câncer abdominal desde 1997. Aos 79 anos, Alencar estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com um quadro de suboclusão intestinal, em “condições críticas”.
Ele havia recebido alta em 15 de março, após uma internação de mais de um mês na instituição devido a uma peritonite (inflamação da membrana que reveste a cavidade abdominal) por perfuração intestinal. José de Alencar deixou sua marca colocando cada tijolo, um por um, em sua história. Foi de vendedor a empresário e de empresário à vice-presidente da República.
 
FONTE: A “ANE” LIGADA EM VOCÊ!

A paciência é uma virtude que pode ser cultivada

O medo de não termos tempo para nada diminui nossa eficiência e capacidade de atuação. Quanto mais conseguimos nos manter tranquilos ao estarmos sob pressão, mais capacidade temos de agir, porque usamos a parte racional da mente para nos ajudar.
Perdemos a paciência porque não aceitamos os fatos como são. Exigimos, inconscientemente, que tudo seja como planejamos. Isso é uma ilusão. O imediatismo é próprio da personalidade imatura, incapaz de identificar as verdadeiras dimensões da realidade.
Se você não consegue se controlar quando tudo foge do planejado e inveja secretamente a calma daquela amiga, não desista. A paciência é fruto do trabalho de autoeducação, do aprimoramento de nossa personalidade. Só a teremos em situações maiores se a tivermos treinado nas coisas pequenas. E, muitas vezes, é um trabalho para toda a vida.

01. Inspire e expire
Ao realizar exercícios respiratórios, alteramos padrões de pensamento e comportamento. Bastam três repetições diariamente para acalmar e aumentar a autoconsciência.

02. Tenha um espaço vazio na rotina
Saia para dar uma volta e admire a beleza do mundo. O belo desperta sentidos anestesiados pela correria insana de todos os dias. Abra um espaço para pensar em nada, nem que ele tenha a duração de uma xícara de chá à beira da janela. Assim você digere o que tem vivido.

03. Extravase
Dependendo do grau de irritação, apenas respirar ou caminhar podem não ser suficientes para conter os sentimentos irracionais. Nessas horas, o melhor a fazer é extravasar a cólera. Chore, grite se sentir vontade. De preferência, poupando quem não tem nada a ver com a história.

FONTE: Redevida

Educação Integral é tema de seminário internacional em São Paulo

Data: 29 de março de 2011 14:30 até 30 de março de 2011 18:00
A Fundação Itaú Social e o Unicef promovem nos próximos dias 29 e 30 de março, em São Paulo, o Seminário Internacional de Educação Integral. Na ocasião também será realizada a cerimônia de lançamento da 9ª Edição do Prêmio Itaú-Unicef.
O educador espanhol Cesar Muñoz Jiménez e a diretora de Educação Integral do Ministério da Educação (MEC), Jaqueline Moll, estão entre os especialistas convidados. Além das palestras, o evento prevê, ainda, o lançamento da publicação “Tendências para a Educação Integral”.
O seminário acontece no Espaço APAS Centro de Conveções, localizado na Rua Pio XI, 1.200, no Alto da Lapa, região oeste da Capital. Para participar é preciso confirmar presença pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone 0800-773-0152.
Confira abaixo a programação:
29 de março de 2011, terça-feira
14h30 – Credenciamento
15h30 – Abertura
16h00 – Palestra – Educação integral: experiências que transformam
(César Muñoz Jiménez – CIPIAU – Barcelona – Espanha, Mediação: Professora Yvelise Freitas de Souza Arco-Verde – Universidade Federal do Paraná)
17h00 – Debate
18h00 – Encerramento
19h00 – Café com apresentação do conjunto Choro das 3
21h00 – Coquetel
30 de março de 2011, quarta-feira
09h00 – Lançamento  da publicação “Tendências para Educação Integral”
10h00 – Mesa 1 – Metodologias inovadoras de integração de tempos, espaços e conteúdos
(Maria do Carmo Brant de Carvalho – CENPEC e Guillermo Alonso Angulo – IPEAAC – México. Mediação: Maria de Salete Silva – Unicef Brasil)
11h30 – Debate
12h12 – Brunch
14h00 – Mesa 2 – Educação integral: envolvimento da família e valorização dos saberes da comunidade
(Macaé Evaristo – Secretaria de Educação da Prefeitura de Belo Horizonte – MG, Elena Duto – Argentina, Carolina Crisóstomo Fernandez – Programa Puente – Chile. Mediação: Fundação Itaú Social)
15h30 – Debate
16h00 – Café
16h30 – Mesa 3 – Intersetorialidade em diálogo
(Cleuza Repulho – UNDIME, Ieda Nobre de Castro – CONGEMAS. Jaqueline Moll – Ministério da Educação, Marta Porto – Ministério da Cultura, Aidé Cançado Almeira – Ministério do Desenvolvimento Social. Mediação: Mônica Dias Pinto – Canal Futura)
18h00 – Encerramento
Com informações da assessoria de comunicação

Câmara cria comissão especial para acelerar tramitação de projeto sobre PNE

A Câmara dos Deputados acaba de criar uma comissão especial para analisar o Plano Nacional de Educação (PNE) 2011-2020. O projeto de lei estabelece 20 metas educacionais que o país deverá cumprir até o fim da década.
A criação da comissão especial vai acelerar a tramitação do projeto na Casa. A previsão inicial era que o PNE fosse apreciado pelas comissões de Finanças e Tributação e Constituição e Justiça e de Cidadania, antes de ser enviado ao Senado. Agora, a comissão especial será a única instância de análise. O grupo será formado por 25 deputados titulares e mais 25 suplentes, indicados pelos partidos.
O projeto de lei apresentado pelo MEC é composto por 20 metas que deverão guiar as ações dos governos municipais, estaduais e federal até 2020. Entre elas estão: o aumento de matrículas na educação infantil e no ensino superior, medidas de valorização do magistério e aumento do financiamento público para o setor. As bases da proposta foram discutidas durante a Conferência Nacional de Educação (Conae) que reuniu 2 mil participantes no ano passado.
Na opinião do ministro da Educação Fernando Haddad a proposta da comissão especial é positiva. Segundo ele, o debate será mais qualificado e a tramitação mais rápida. A previsão do MEC é que o projeto seja aprovado pela Casa até o fim do primeiro semestre.
Com informações da Agência Brasil