LULA E PT PRESSIONAM DILMA POR CAMPANHA ELEITORAL NAUASS R

 

dilma-copa[1]

O Globo – O PT e Lula estão ansiosos para que a presidente Dilma Rousseff vá para a rua fazer campanha eleitoral. Ontem à noite, estava prevista reunião de campanha em que ela bateria o martelo sobre a participação em comícios e outros atos. Dilma não vinha demonstrando pressa, mas está sendo cobrada a priorizar viagens a São Paulo, maior colégio eleitoral do país e onde ela e o candidato a governador pelo PT, Alexandre Padilha, patinam nas pesquisas de intenção de voto.

Apesar da pressão, Dilma vinha demonstrando preferência por fazer um evento em Minas Gerais nos próximos dias, ao lado de Fernando Pimentel, candidato petista ao governo mineiro e que lidera as pesquisas. O objetivo é focar atos públicos nos maiores estados, como São Paulo, Rio, Minas Gerais e Bahia, deixando de visitar as regiões menos populosas.

Comentários

Faça o seu

Read More

1° FÓRUM COMUNITÁRIO REÚNE CENTENAS DE PESSOAS PARA DISCUTI POLITICA PÚBLICAS PARA AS CRIANÇAS E ADOLESCENTES DE UPANEMA

 

 

Centenas de pessoas de toda a sociedade participaram na manhã desta segunda-feira, 21, do 1° Fórum Comunitário de Upanema, realizado no Centro de Convenções Francisco Alex de Oliveira Neto e promovido pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (COMDICA) com o apoio irrestrito da Prefeitura de Upanema.

 

O Fórum contou com a participação de representares da prefeitura, câmara municipal, promotoria pública, Comdica, sindicatos, igrejas, outras instituições e a população em geral. Entre as autoridades presentes estavam o prefeito Luiz Jairo; vereadores Carlinhos Professor, Oseas Monthalgan, Ferrari Oliveira e Ibamar Costa; secretários municipais André Teixeira, Cinthia Liane, Antônio Cândido, Kátia Medeiros, Rivanda Bezerra, Leonilde Sobral e Goreth Sales; pároco da cidade, padre Francinaldo Macário; representante da promotoria pública, Bruno Chaves; presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindserpup), Anatércio Oliveira; articuladora do Selo Unicef, Josenilda Alves; além da assistente social e palestrante Fernanda Kallyne.

 

O evento contou com apresentações culturais de Nilton Cesar (sax), Maykel Casuza (teclado) e Sinthia Marlieri (clarinete), integrantes da Banda Filarrmônica Ivaldete Basílio, e de crianças das igrejas Batista e católica.

 

Um momento de muita emoção foi à execução do Hino Municipal de Upanema com Sinthia Marlieri no clarinete e o coro de com as vozes de todos que estavam presentes no Centro de Convenções, que deram uma prova de amor pelo município.

O Fórum foi o pontapé inicial para a longa caminhada com o objetivo de Upanema conquistar, pela primeira vez, o Selo Unicef Município Aprovado, Edição 2013-2016.

 

O presidente do Comdica, Josadaque Carlos, disse que o Fórum era um momento de muita alegria por poder reunir tantas pessoas para discutir politicas para as crianças e os adolescentes. “Isso mostra que Upanema pensa sim nas crianças e adolescentes. Devemos buscar ações para garantir a igualdade, para que todas as crianças de desenvolvam sem violência e possam viver a sua vida em plenitude. Juntos, poderemos trazer esse selo para a nossa cidade e alcançar resultados significativos para melhorar a vida de crianças e adolescentes”, ressaltou.

 

O prefeito Luiz Jairo destacou que “este é um momento importante em que a sociedade e o poder público estão se organizando para oferecer um futuro melhor para as crianças e adolescentes, com mais dignidade e menos violência”.

 

O prefeito informou que todas as secretarias estão trabalhando num diagnóstico para conhecer a realidade de Upanema e, a partir dai, trilhar o caminho, através de diversas ações, para conquistar o Selo Unicef. “Vamos superar as dificuldades e atingir os indicadores exigidos pelo Unicef, pois a conquista desse Selo vai representar o sentimento de que avançamos nas políticas públicas voltadas para as crianças e os adolescentes”, salientou.

 

Representando todas as crianças e adolescentes, a estudante Lara Raab Carvalho, de 13 anos, disse que a conquista do Selo é muito importante para o desenvolvimento de políticas públicas voltadas para as crianças e adolescentes.

 

Lara agradeceu a oportunidade de participar do Fórum. “Quero agradecer a todos os adultos e autoridades que estão permitindo que nós participemos dessa discussão, afinal nós somos os maiores interessados na efetivação da garantia dos nossos direitos”, falou.

 

A estudante agradeceu também pela sensibilidade do prefeito Luiz Jairo. “Sabemos que se o senhor (prefeito) não tivesse essa sensibilidade, o município não estaria concorrendo a esse selo, pois já deu para perceber que vai dá muito trabalho para todas as pessoas envolvidas. Mas isso mostra a sua responsabilidade e preocupação com o futuro da nossa cidade, porque, afinal, nós somos o futuro”, concluiu Lara.

 

A assistente social e ex-secretária de Saúde de Upanema, Fernanda Kallyne, apresentou um diagnóstico da realidade das crianças e adolescentes de Upanema e discutiu propostas para melhorar a vida deste público. Fernanda destacou que entre os problemas a serem combatidos estão o racismo, o envolvimento com drogas e a gravidez na adolescência. “O Selo vai contribuir para combatermos esses problemas, pois a sua conquista só será possível se reduzirmos esses indicadores”, observou Fernandes.

 

Após a apresentação do diagnóstico, foram formados seis grupos para discussão e apresentação de ideias para reduzir a desigualdade relacionada à renda, gênero, raça e etnia, condição pessoal, território e a idade.

 

Várias propostas foram apresentadas como a criação do Núcleo de Cidadania para Adolescentes e a realização da Semana do Bebê, além de ações mais diretas, incluindo a instalação de dessalinizadores para melhorar a qualidade da água na zona rural e a disponibilização de estes de HIV e Sífilis para gestantes e recém-nascidos.

 

Todas as propostas foram organizadas e analisadas logo após o Fórum m reunião da Comissão Intersetorial do Selo Unicef realizada na Câmara Municipal. A Comissão anunciou a realização da Semana do Bebê a partir do dia 11 de agosto e analisou que o 1° Fórum Comunitário de Upanema foi um sucesso. “O Fórum mostrou que se todos se envolverem para ajudar nós vamos conquistar o nosso objetivo. Devemos lembrar que, diante de tantas coisas, o mais apaixonante do Selo Unicef são as ações que estão por trás desta conquista. É isso que nós queremos, justamente a efetividade das ações”, ressaltou Cinthia Lianne.

Comentários

Faça o seu

Read More

VOLTA DUNGA Á SELEÇÃO DEVE ACABA COM MAMATA VDA REDEGLOBO

Netherlands v Brazil: 2010 FIFA World Cup - Quarter Finals

Treinador ficou marcado por tratar veículos de imprensa de maneira igual

 

Dunga deve ser anunciado como novo técnico da seleção brasileira na próxima terça-feira (22), em entrevista coletiva da cúpula da CBF.

O treinador, que já esteve no cargo entre 2006 e 2010, teve críticas pesadas pela eliminação na Copa de 2010, mas também conseguiu resultados importantes com o time.

 

Fora das quatro linhas, Dunga também oscilou. Se a postura do técnico com a imprensa sempre foi agressiva e um tanto rancorosa, por outro lado ele democratizou o acesso às informações de dentro da seleção.

 

Caso repita a maneira de lidar com os veículos, a Rede Globo, que sempre leva vantagem em assuntos ligados à CBF, deve sair perdendo.

 

Durante o Mundial do Brasil, a Globo foi quase uma autoridade na cobertura do time verde-amarelo. Com o rabo preso, os membros da seleção — do roupeiro ao centroavante —, sempre tratavam o canal com preferência e deixavam de lado outros veículos que também têm grande visibilidade na audiência brasileira.

 

Uma das críticas dos jornalistas aos trabalhos de Felipão foi sobre a falta de treinos da equipe. Nesse ponto, a Globo também tem culpa no cartório. A emissora chegou a parar uma atividade para que o apresentador Luciano Huck gravasse um quadro ao vivo com uma criança de cadeiras de roda. Nesse momento, Neymar se emocionou e abraçou o garoto.

 

E assim foram os dias na Granja Comary durante a Copa do Mundo. Globais sempre à frente, com os outros jornalistas ‘’apanhando’’ da comissão técnica quando tinham a chance de uma breve conversa.

 

A volta de Dunga deve resolver esse problema. A mamata da Rede Globo está com os dias contados se o treinador gaúcho assumir, e o torcedor poderá ter as notícias também por outros lados.

Comentários

Faça o seu

Read More

QUASE 25 MIL CANDIDATOS DISPUTARÃO AS ELEIÇÕES DE OUTUBRO

download

Entrega do registro não garante a participação do político nas eleições. Após parecer do Ministério Público Eleitoral (MPE), os pedidos são julgados por um juiz eleitoral

 

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) publicou nesta segunda-feira, 21, no sistema de registro de candidaturas das eleições, os nomes de todas as pessoas que pediram registro para concorrer ao pleito. De acordo com o levantamento, 24,9 mil candidatos devem disputar vagas de deputado federal, estadual e distrital, senador, governador e presidente da República. O número inclui suplentes de senador e vices aos governos estaduais e à Presidência da República.

Segundo informações do DivulgaCand, sistema do TSE que centraliza as candidaturas, o número maior de candidatos é para o cargo de deputado estadual (16,2 mil). Para deputado federal, são 6,7 mil. No Distrito Federal foram registradas mil candidaturas ao cargo de deputado distrital e 181 candidaturas foram recebidas para senador, primeiro e segundo suplentes. Nos estados, são 171 candidatos a governador e vice. Onze candidatos vão disputar as vagas de presidente da República e 11, de vice-presidente.

Em outubro estarão em disputa 1.059 vagas para deputado estadual. Na Câmara dos Deputados serão eleitos 513. Vinte e sete (um terço) das 81 cadeiras no Senado estão em disputa. A Casa renova alternadamente a cada eleição um terço e dois terços dos parlamentares. Para deputado distrital, são 24 cadeiras.

O número poderá ser atualizado até o dia da eleição, pois os pedidos de registro ainda serão julgados pelos juízes eleitorais e novas informações devem ser recebidas nos tribunais regionais eleitorais. Após a decisão da Justiça Eleitoral, os candidatos estão aptos a concorrer. Além disso, as coligações podem mudar os candidatos que escolheram.

A entrega do registro não garante a participação do político nas eleições. Após parecer do Ministério Público Eleitoral (MPE), os pedidos são julgados por um juiz eleitoral, que verifica se as formalidades foram cumpridas.

Até o momento, o MPE já impugnou 1.850 registros de candidaturas às eleições em todo o país. Cerca de 20% (367) foram com base na Lei da Ficha Limpa, que impede a candidatura de condenados em segunda instância pela Justiça. O número de impugnações deve aumentar até o levantamento final, previsto para o fim deste mês.

Para estar apto a concorrer às eleições de outubro e ter o registro deferido pela Justiça Eleitoral, além de não se enquadrar na Lei da Ficha Limpa, os candidatos devem apresentar declaração de bens, certidões criminais emitidas pela Justiça, certidão de quitação eleitoral que comprove inexistência de débito de multas aplicadas de forma definitiva, entre outros documentos, como previsto na Lei das Eleições (Lei 9.504/97).

Fonte: Agência Brasil

Comentários

Faça o seu

Read More

Classe C’ quer novas conquistas

Quando José Alexandro da Silva Souza, 35 anos, recebeu seu primeiro salário, em 2001, desejou voltar imediatamente para Afonso Bezerra, no interior do estado. Pelo trabalho de quase duas semanas como operário da antiga fábrica Sacoplast recebeu apenas R$ 20. Mas o rendimento de um mês inteiro não ia muito além disso: era de R$ 150, mais uma cesta básica. Hoje, ele relembra como foi difícil manter a casa com outros dois irmãos na capital. “Eu sobrevivia. Mas se voltasse para o interior não conseguiria o que consegui”, afirma.

Na última década, Alex trabalhou como operador de máquinas e administrador da Sacoplast, comprou um terreno e construiu duas casas, fez cursos técnicos, tentou o vestibular para matemática (só não entrou porque perdeu o horário para o terceiro dia de provas), fez um curso superior à distância e assumiu um emprego estável como instrutor de autoescola, onde recebe mais do que um salário mínimo – hoje de R$724. O que ainda não é o ideal, mas quase o suficiente. “Eu acho o seguinte: o salário é mínimo, dá para sobreviver. Mas hoje, se você organizar o dia a dia, dá para viver”, afirma. Ainda assim, ele não pretende ficar parado: quer fazer o curso de matemática e, posteriormente, abrir o próprio negócio.

Os avanços de Alex são praticamente os mesmos para os 621.900 potiguares que ingressaram, entre 2002 e 2012, na almejada “nova classe média” brasileira – a conhecida classe C – segundo o estudo Vozes, da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, de 2013. No Brasil, o contingente é ainda maior: 54% da população de 119 milhões de habitantes do país pertencem à classe.

 

147534[1]

Em 2002, a ‘Classe C’ representava 25% da população do RN. Passou para 42% em 2012 e deve consumir R$ 11,8 bilhões no RN em 2014

 

De acordo com a definição mais recente da SAE, a classe C engloba a população com renda per capita mensal de R$ 291 a R$ 1.019; ou, no caso de famílias compostas por quatro pessoas, com renda mensal de R$ 1.764 a R$4.076. 


O nordeste foi a região que registrou a maior expansão líquida da classe, com um incremento de 20%. No RN, até 2002 a classe C representava apenas 26% da população. Dez anos depois, a classe passou a representar 42% da população


Em estudo ainda mais recente, feito pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) Maps neste ano, 50% dos 814 mil domicílios urbanos pertencem às famílias da classe emergente.

Desde a sua ascensão, a nova classe média foi às compras. No RN, o potencial de consumo em 2013 da classe C foi de R$ 11,3 bilhões. Neste ano, o potencial de consumo pulou para R$ 11,8 bilhões durante o ano. Entre as intenções de gastos do potiguar lideram manutenção do lar, com R$3 bilhões, e alimentação no domicílio, com R$ 2,3 bilhões.

Esse aumento do poder de consumo no estado e no país foi ocasionado pelo aumento da oferta de emprego e acréscimo do salário mínimo, segundo Diana Coutinho,  diretora de projetos da SAE e uma das coordenadoras do estudo Vozes. “Essa ascensão foi proporcionada pelas políticas voltadas para o trabalho, com aumento das vagas e do salário mínimo, mas os programas sociais também tiveram importância. Tivemos também uma expansão muito maior da classe média na área urbana, graças aos programas sociais como o Pronaf”, avaliou.

Em 2002, 318.917 pessoas possuíam vínculo formal com o mercado de trabalho potiguar. Dez anos depois, esse número pulou para 602.226 pessoas, segundo dados do relatório RAIS, do Ministério do Trabalho.

Para o diretor do estudo IPC 2014, Marcos Pazzini, o crescimento do poder de consumo no RN é um dos mais representativos no nordeste. O estado aumentou o poder de consumo em 1,28% do ano passado para cá. 

“O que se observa agora é um segundo movimento migratório, em que as pessoas que estão na classe C começam a ascender para a classe B devido à melhoria na escolaridade e na renda. Esse aumento é um sinal positivo para a economia do RN, mostra uma movimentação na base da pirâmide”, afirmou. A classe B é responsável por 45,9% do potencial de consumo estimado para este ano no RN, que é de R$ 41,7 bilhões.

Comentários

Faça o seu

Read More

54y45y4wq

HOMEM URINA SANGUE E DESCOBRE SER UMA MULHER QUE ESTAVA MENSTRUANDO

ELE É, INCLUSIVE, CASADO E ESTÁ SURPRESO AO DESCOBRIR QUE TEM ÚTERO E OVÁRIO; O CASO INTRIGA A IMPRENSA CHINESA

Um homem, identificado apenas como Chen para proteger sua identidade, chegou ao hospital sentindo fortes dores no estômago, além de estar eliminando sangue em sua urina.

Os médicos do hospital em Yongkang, na China, confirmaram a descoberta de que o sangue não era derivado de uma hemorragia ou infecção e sim de uma menstruação. Chen era uma mulher e não um homem, como ele pensava.

Foi solicitado exames de tomografia computadorizada, onde ficou claro a existência de um útero e dois ovários.

“Ele tinha o cabelo curto, vestia roupas masculinas. Nós não sabíamos que ele era uma mulher quando chegou”, declarou oficialmente a equipe médica em entrevista ao jornal Global Times.

Chen sofre da chamada Síndrome Adrenogenital. A condição impede a formação correta dos órgãos genitais e afeta outras características de gênero.

Os médicos disseram que seu “problema” pode ser completamente tratável usando suplementos hormonais.

Aparentemente, Chen não absorveu o impacto de saber que era mulher após ter 10 anos de casamento. Ele ainda declarou que nunca teve problemas para ter relações íntimas com sua esposa.

O Global Times não revelou se Chen pretende continuar com sua figura masculina.

O problema é causado, basicamente, pela deficiência, total ou parcial, de determinadas enzimas que são responsáveis pela síntese de substâncias da glândula supra-renal. Estima-se que em torno de 90% dos pacientes com o problema, exista a falta da enzima 21-hidroxilase.

Mulheres que sofrem da síndrome, apresentam genitália “masculinizada”, com aspecto atípico, assemelhando-se com a de um homem. O clitóris sofre um considerável aumento, ganhando o formato de um pênis.

Além disso, existe a formação de pelos faciais, nas axilas, no púbis, pode surgir acne e a massa muscular fica mais forte e tonificada.

No caso de Chen, a síndrome pode ter se manifestado de forma muito acentuada, tornando seu clitóris um pênis “funcional”, que o confundiu por toda a vida.

Fonte: KRMG Foto: Reprodução / KRMG

Comentários

Faça o seu

Read More

rth54y45

ANATEL RETIFICA CONCURSO 01/2014 COM 100 VAGAS E SALÁRIOS DE ATÉ 11,4 MIL

AS INSCRIÇÕES SERÃO RECEBIDAS PELO SITE DA ORGANIZADORA, QUE É WWW.CESPE.UNB.BR, DAS 10H DO DIA 11 DE JULHO DE 2014 ATÉ ÀS 23H59 DE 1º DE AGOSTO DE 2014

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou a segunda retificação ao concurso público nº. 01/2014, destinado ao provimento das 100 vagas que estão disponíveis na Sede de Brasília – DF.

Esse segundo documento, com data do dia 16 de julho de 2014, altera dois subitens do item “Dos Objetos de Avaliação (Habilidades e Conhecimentos).

Já a primeira retificação, publicada no Diário Oficial da União em 11 de julho de 2014, alterou os requisitos exigidos para o cargo de Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações, Especialidade: Engenharia. Também foram retificados o quadro, um subitem e uma alínea referentes ao item “Da Avaliação de Títulos para os Cargos de Nível Superior”.

Desse total de oportunidades, 20 estão reservadas ao cumprimento da Lei de cotas e sete contemplam pessoas com necessidades especiais.

Para candidatos de nível superior ou técnico equivalente, os cargos disponíveis são: Técnico Administrativo – Administrativo (17), Técnico Administrativo – Comunicação (3) e Técnico em regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações (12).

Já para quem possui o ensino superior completo, as colocações são: Analista Administrativo – Administração (2), Analista Administrativo – Arquitetura de Soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação (3), Analista Administrativo – Desenvolvimento de Sistemas de Informação (6), Analista Administrativo – Direito (3), Analista Administrativo – Engenharia Civil (2), Analista Administrativo – Suporte e Infraestrutura de Tecnologia da Informação (4), Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações – Mídia Digital (4), Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações – Contabilidade (3), Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações – Economia (6), Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações – Engenharia (21), Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações – Métodos Quantitativos (10) e Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações – Direito (4).

Os salários variam de R$ 5.418,25 a R$ 11.403,90, compostos de vencimento básico e gratificação de desempenho, em jornadas de 40 horas por semana.

Todos os participantes serão avaliados por meio de prova objetiva, prevista para 14 de setembro de 2014. No caso dos cargos de nível superior, também haverá prova discursiva e análise de títulos. O conteúdo programático consta no edital.

As inscrições serão recebidas pelo site da organizadora, que é www.cespe.unb.br, das 10h do dia 11 de julho de 2014 até às 23h59 de 1º de agosto de 2014. Há uma taxa de R$ 50,00 para nível médio e R$ 100,00 para superior.

Esse certame terá validade de um ano, a contar da homologação, podendo ser prorrogado pelo mesmo período.

Fonte: Anatel

Comentários

Faça o seu

Read More

As brechas na Lei da Ficha Limpa nas eleições pelo país

candidato-ficha-suja[1]

 

 

 

Criada em 2010 para promover uma depuração ética na lista de políticos que pleiteiam disputar cargos eletivos, a Lei da Ficha Limpa enfrentará seu mais duro teste em outubro e poderá banir das urnas políticos que, a partir de seus currais eleitorais, se perpetuavam impunes na administração pública. Pela primeira vez, a lei será aplicada a deputados, senadores, governadores e candidatos à Presidência da República.

Segundo a revista Veja, Ainda que a lei esteja plenamente em vigor, o Ministério Público Eleitoral, responsável por contestar pelo menos 360 candidaturas – número que vai aumentar nas próximas semanas – com base na nova legislação de inelegibilidades até agora, prevê que políticos e advogados devem utilizar as mais diversas artimanhas para explorar brechas na Lei da Ficha Limpa e se apresentar normalmente como opção ao eleitor. Desde o início do mês, procuradores se lançaram em uma verdadeira cruzada contra políticos enrolados na Justiça, mas manobras e lacunas na lei acabam permitindo que corruptos sigam adiante nas urnas.

Mesmo tendo sido apontada como marco moralizador na seara política, a Lei da Ficha Limpa não consegue retirar da vida pública boa parte dos candidatos enrolados com a justiça. Até a última sexta-feira, o banco de dados do MP registrava 605.081 informações sobre possíveis casos de inelegibilidade, que vão desde contas rejeitadas em municípios até condenações por tráfico de drogas e assassinato. Descontados os dados em duplicidade e as informações de pessoas que acabaram não se candidatando, é a partir dessa cifra que procuradores eleitorais partem para elaborar os pedidos de impugnação. Em todo o país, 1.850 candidaturas estão sendo contestadas por ações apresentadas pelo próprio MP ou por partidos e políticos.

Comentários

Faça o seu

Read More

agripino-istoe

ISTOÉ DIZ QUE AGRIPINO NEGOCIOU APOIO AO GOVERNO PETISTA EM TROCA DE EMENDAS

A revista ISTOÉ revelou que na tarde da terça-feira 15, os parlamentares voltaram ao Congresso depois de uma longa folga embalada pelos jogos da Copa do Mundo. A pauta do dia era a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), convenientemente boicotada pela base aliada, que usou o adiamento para negociar com o governo mais verbas para suas bases eleitorais. Para a surpresa dos aliados, o DEM, presidido pelo fervoroso senador oposicionista José Agripino Maia, mandou emissários para a mesa de negociação com o governo. Em conversa a portas fechadas, os líderes do partido de oposição celebraram um acordo com o ministro das Relações Institucionais, Ricardo Berzoini, bom para ambas as partes: o governo se comprometeu a liberar emendas individuais dos parlamentares do DEM em troca do apoio da sigla à votação da LDO e do abrandamento do discurso em relação à CPI da Petrobras, que aos poucos vai morrendo graças à falta de tempo e de interesse dos congressistas envolvidos no debate eleitoral.

O que explica a insólita negociação é o estado de penúria do partido. Os parlamentares que concorrem à reeleição reclamam da grande dificuldade para captar doações e da escassez de recursos do fundo partidário. Em 2002, o partido ficava com 19,6% – R­$ 1­6,3 milhões ou quase um quinto – de todo montante distribuído a 29 legendas. Agora, o DEM tem direito a menos de 3% desse total. Para piorar, o tesoureiro do DEM, Romero Azevedo, não tem sido bem-sucedido nas reuniões com os empresários. Setores como o agronegócio, bancos e empreiteiras, que antes financiavam o partido, acompanharam grandes nomes que abandonaram a sigla em 2011, rumo ao PSD. Três anos depois, o DEM se prepara para a campanha mais austera de sua história e o PSD ganhou o título de “partido dos ricos”. Saulo Queiroz – secretário-geral do PSD e ex-tesoureiro do PFL – lembra os tempos áureos da legenda. De acordo com Queiroz, a arrecadação é proporcional à perspectiva de poder das legendas. “O partido era próspero quando eu era o tesoureiro. Eu sou um cara bom para fazer dinheiro”, provoca.

Por isso a negociação com o governo tornou-se tão conveniente. As emendas parlamentares não deixam de ser um importante ativo em ano eleitoral. Com os recursos das emendas, o deputado pode agradar suas bases por meio de obras e eventos. Essas ações normalmente são revertidas em votos na urna eletrônica durante a eleição. Não deixa de ser um alento para quem está com um problema crônico de caixa. Nem que a solução seja mandar às favas as convicções ideológicas.

Comentários

Faça o seu

Read More