“A POLÍTICA ESTÁ SUJA PORQUE OS CRISTÃOS NÃO SE METERAM NELA COM ESPÍRITO EVANGÉLICO”, AFIRMA PAPA FRANCISCO

Papa Francisco. Imagem: Divulgação/Gospel Mais

Em conferência realizada na Itália, o Papa Francisco declarou, em resposta a questionamento de um jesuíta, que “Envolver-se na política é uma obrigação para um cristão”. Continuou: “Nós, os cristãos, não podemos fazer de Pilatos e lavar as mãos, não podemos”, sendo aplaudido pela plateia de fieis.

Justificou: “Temos de nos meter na política, porque a política é uma das formas mais altas de caridade porque busca o bem comum”. Sugeriu, justificando: “Os leigos cristãos devem trabalhar na política. A política está muito suja, mas eu pergunto: Por quê? Porque os cristãos não se meteram nela com o espírito evangélico. É a pergunta que eu faço. É fácil dizer que a culpa é dos outros. Mas eu, o que faço?
É um dever dos cristãos, trabalhar para o bem comum é um dever dos cristãos”.
O Papa respondeu, também, a perguntas de crianças sobre o seu passado, seu relacionamento com amigos de infância, as razões de sua renúncia a “riquezas e luxos”, sobre se quis ser nomeado para ser Papa, entre outros.
O que você pensa desta declaração? É errôneo imiscuir religiosidade e política, pois isto afeta o Estado Laico e pode dar ensejo a discriminações a outras religiões ou isto é necessário e pode ser bem visto e aprovável?
 É aprovável, inclusive por não-religiosos, a mescla de religiosidade e política, tendo em vista um possível apreço, por parte dos cristãos, por valores ou isto se trata de uma deformação da realidade?
Opine e contribua para o diálogo democrático.
Lígia Ferreira é analista de sócio-mecanismos – Extraído da Folha Política.

PARTIDO (PSC) PROTOCOLA AÇÃO PARA ACABAR CASAMENTO GAY

O Partido Social Cristão protocolou uma nova ação no Supremo Tribunal federal para impedir o casamento entre homossexuais. Desta vez foi uma Ação Direta de Inconstitucionalidade que contesta a resolução 175, do Conselho Nacional de Justiça, que regulamentou o casamento entre homossexuais. O principal argumento do partido é que o conselho extrapolou suas atribuições administrativas ao regulamentar o casamento gay. Há duas semanas o PSC impetrou no Supremo um mandado de segurança, já rejeitado, contra o abuso de poder do CNJ por ter publicado essa resolução. O PSC alega que a Constituição prevê, apenas, casamento entre homem e mulher para a formação da família.

EVANGÉLICOS FAZEM ATO EM BRASÍLIA POR LIBERDADE RELIGIOSA

Evento aconteceu no gramado em frente ao Congresso Nacional.
Manifestação nesta quarta (5) complicou trânsito no Eixo Monumental.

Público participa de manifestação na Esplanada dos Ministérios nesta quarta-feira (5) , em Brasília (veja mais imagens da manifestação) (Foto: Valter Campanato/Abr)

Integrantes de grupos evangélicos tomaram o gramado em frente ao Congresso Nacional, emBrasília, para manifestar pela liberdade religiosa, pela liberdade de expressão e pelos valores da família tradicional, na tarde desta quarta-feira (5). A organização do evento estima que 100 mil pessoas participavam do evento às 17h30. A Polícia Militar estimou o público em 40 mil pessoas.

Segundo a polícia, houve discussão entre um fiel e um defensor dos homossexuais, que foi rapidamente contornada. Um adolescente de 12 anos passou mal por causa do calor. Ele foi atendido em uma ambulância e apresentou melhora.

O Batalhão de Trânsito da Polícia Militar fez bloqueios temporários nas duas vias do Eixo Monumental, no início do evento, por volta das 15h. Não foi registrado nenhum acidente até as 17h25. O trânsito ficou complicado pela chegada de fiéis e pela saída de funcionários dos ministérios.

Às 17h, cerca de 50 pessoas, entre parlamentares e líderes de diversas igrejas evangélicas de estados como Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais estavam no palco. O evento foi aberto pelo pastor Jabes de Alencar, da Igreja Assembleia de Deus do Bom Retiro, em São Paulo, com uma oração e a execução do hino nacional brasileiro.

Silas Malafaia
Durante o evento, o pastor Silas Malafaia, da igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, afirmou que o Brasil está confundindo liberdade com libertinagem, criticou o movimento gay e defendeu o direito de expressar a opinião sobre os homossexuais. “No Brasil se critica tudo, governadores, a polícia. Mas criticar a prática homossexual é homofobia”, disse.

“Quero ver o movimento gay botar 30 mil pessoas aqui no meio da semana”, prosseguiu. Segundo o pastor, o ativismo gay é “o fundamentalismo do lixo moral”. “Raça é condição. Você não pede pra ser negro ou branco. Mas homossexualismo é comportamento”, afirmou.

O pastor também se disse contra o aborto. “O feto não é prolongamento do corpo da mulher.” Ele terminou o pronunciamento com uma oração. “Livrai o Brasil da desgraça social, das leis que venham prejudicar esse povo. Pai, levanta a sua igreja unida. Nós concordarmos, o Brasil é do Senhor Jesus.”

Fonte: Do G1 DF

 

MANIFESTAÇÃO EM BRASÍLIA; SAIBA COMO ASSISTIR AO EVENTO AO VIVO

Verdade Gospel transmitirá ao vivo a grande manifestação em defesa da família tradicional, da vida, da liberdade de expressão e religiosa que acontecerá em Brasília. O evento será nesta quarta-feira (5), às 15h, em frente ao Congresso Nacional. Clique aqui para mais informações sobre esse evento que promete sacudir a nação brasileira!

Sob a organização do pastor Silas Malafaia, e vários líderes evangélicos, a manifestação pretende reunir cerca de 100.000 mil pessoas para marcar posição contra o casamento gay, o aborto e o Projeto de Lei 122. O evento também contará com a participação dos cantores Talles Roberto, André Valadão, Aline Barros, Eyshila, Nani Azevedo, David Quinlan, Cassiane e Bruna Carla.

“Já que estão forçando a barra sobre o casamento gay, vamos a Brasília para dizer que estamos do outro lado. Não é um ato exclusivo para apoiar Marco Feliciano, mas para marcarmos nossa posição. Vamos dar a nossa resposta. Todas as lideranças evangélicas estarão presentes, assim como a bancada evangélica. Vai ter gente de todos os lados do Brasil”, afirmou o pastor.

Assista e divulgue o recado do pastor Silas Malafaia:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=sbc1pkFy8-8[/youtube]

MAIS DE 500 MIL PESSOAS LOTAM A CINELÂNDIA NA MARCHA PARA JESUS

Público acompanhou nove trios elétricos pela Avenida Rio Branco.
Cerca de 20 artistas se apresentam até as 21h no palco.

Foi um espetáculo de fé, paz e muita devoção. Depois de acompanhar nove trios elétricos pela Avenida Rio Branco, no Centro do Rio, centenas de milhares de fiéis e fãs de música gospel transformaram a Cinelândia num grande palco de adoração a Deus, na tarde deste sábado (25). De acordo com informações da PM, por volta das 17h, cerca de 500 mil pessoas participavam dos shows no palco montado para Marcha para Jesus.

Entusiasmadas e muito emocionadas, famílias inteiras cantavam a plenos pulmões acompanhando verdadeiros ídolos gospel,  como Aline Barros, André Valadão, Talles Roberto, Eyshila, Josiane, Bruna  Karla e muitos outros.

Gabriel, de 6 anos, emocionou ao cantar para público estimado em 500 mil pessoas (Foto: Alba Valéria Mendonça/ G1)

Teve até quem chegasse às lágrimas com a música cantada pelo pequeno Grabriel Almeida da Silva, de apenas 6 anos. Com desenvoltura e fervor de gente grande, ele arrebatou a plateia.

“Canto desde que tenho 2 anos, na minha igreja, na Tijuca. Não fiquei nervoso, já sabia o que tinha de fazer”, disse o menino, que sonha em ser cantor gospel, como Aline Barros e Cristina Mel. “Se Deus quiser, esse vai ser o meu destino”.

Saulo Arantes, morador de Vila Isabel, na Zona Norte do Rio, preferiu ir de metrô direto para a Cinelândia e assim garantir um bom longar na frente do palco para ver, principalmente, André Valadão. Com as mãos erguias para o céu e os olhos fechados disse se sentir em sintonia com Deus.

“Viemos aqui para louvar o Senhor e levar adianta suas mensagens de paz, amor e fraternidade”, disse Saulo.

Carregando uma imensa bandeira do Brasil, cem fiéis do Ministério de Madureira, da cidade de Macaé, no Norte Fluminense, fizeram questão de acompanhar toda a marcha para demonstrar sua fé.

“Viemos com a missão de levantar a bandeira do Senhor”, disse Geisiane Gomes.

André Valadão, um dos ídolos gospel, conquista a multidão na Cinelândia (Foto: Alba Valéria Mendonça/ G1)

A artistas e líderes religiosos cantaram e  transmitiram palavras de louvor e adoração. O evento deste ano tem como tema “Jesus, uma vida com atitude”. Segundo um dos coordenadores da Marcha, Wellington Júnior, e expectativa que o espetáculo de fé deste ano tenha o dobro do público do evento de 2012, já que há igrejas que pela primeira vez aderiram à Marcha para Jesus.

Não é o caso de Mauricéia de Souza Moscoso, moradora da Penha, que há 15 anos participa do evento. Junto com a amiga Sônia Lima, ela buscava um lugar nas escadas da Biblioteca Nacional, em frente ao palco para ter uma visão melhor do show.

“Um show tão bonito assim a gente não pode perder. Fiz questão de fazer a caminhada e, se Deus quiser, terei energia e alegria para ficar até o fim. Essa marcha é em favor das famílias. Espero que a nação se converta a Cristo e a Jesus. Essa é uma festa para famílias”, disse Mauricéia.

As amigas Mauricéia e Sônia: energia e alegria para aguentar os shows até o final (Foto: Alba Valéria Mendonça/ G1)

Os nove trios elétricos que animam a Marcha para Jesus, no Centro do Rio, na tarde deste sábado (25), começaram a chegar na Cinelândia por volta das 16h. No local está armado um palco, onde o DJ Marcelo Araújo animava milhares de pessoas antes do show de música gospel com quase 20 artistas que será realizado até as 21h, segundo os organizadores.

Inicialmente eram esperadas 300 mil pessoas no evento evangélico – número semelhante ao do evento de 2012 –  que acontece na cidade há 15 anos e é promovido pelo Conselho de Ministros do Estado do Rio de Janeiro.

Ruas fechadas
O esquema especial de trânsito na região começou às 4h. A pista lateral da Avenida Presidente Vargas foi interditada a partir da Praça da República. Desde as 14h, estão fechadas a Avenida Rio Branco, entre a Avenida Presidente Vargas e Avenida Almirante Barroso, e a Avenida Chile, entre a Rua do Lavradio e a Rio Branco. Às 16h, a interdição foi estendida até a Rua Santa Luzia.Não é permitido estacionar no entorno do evento.

Quem for de transporte público, já vai chegar no lugar certo. A SuperVia disponibilizou trens extras para atender ao público que participará do evento.

Está prevista a utilização de 200 ônibus fretados, que terão identificação diferenciada. Eles deverão seguir pela Avenida Rodrigues Alves até a Avenida Barão de Tefé, acessando a Avenida Venezuela, onde serão retidos e conduzidos pela Avenida Rio Branco até a pista lateral da Avenida Presidente Vargas, sentido Avenida Brasil, para o desembarque do público.

Fonte: Do G1 no Rio