Divulgação/Sesap

ATENÇÃO: Upanema tem ALTO risco de epidemia de Degue

Divulgação/Sesap
Divulgação/Sesap

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) identificou 43 municípios com risco muito alto para uma epidemia de dengue em 2014. O Mapa da Vulnerabilidade foi elaborado a partir dos critérios de incidência da doença nos últimos dez anos, índice de infestação predial, índice de imóveis onde não foi feita a visita dos agentes de endemia e densidade demográfica.

De acordo com a Sesap, o documento pretende fornecer subsídios para auxiliar na delimitação das áreas que precisam do fortalecimento das ações de combate ao Aedes aegypti, desde a intensificação da eliminação de criadouros até o controle de formas aladas, permitindo a focalização e racionalização dos recursos. “Isso não significa que as áreas consideradas menos vulneráveis de cada cidade fiquem desassistidas”, explicou Silvia Dinara Pereira, responsável técnica pelo Programa Estadual de Controle da Dengue.

No boletim da dengue divulgado em 28 de dezembro de 2013, 24.559 casos suspeitos da doença haviam sido notificados, sendo 9.809 confirmados. Um total de 107 municípios apresentaram incidência alta em dengue. Os cinco municípios que mais notificaram casos de dengue foram: Natal (4.378 casos suspeitos), Parnamirim (2.111), Pau dos Ferros (1.793), Santa Cruz (1.597) e Caicó (1.323).

Fonte: Tribuna do Norte

Deixe Sua Avaliação
Programação Carnaval Upanema 2014

ATUALIZADO: DIVULGADA TODA A PROGRAMAÇÃO COM BANDAS DO CARNAVAL DE UPANEMA 2014 – CONFIRA E DIVULGUE

Programação Carnaval Upanema 2014
Programação Carnaval Upanema 2014

10

Carnaval Upanema 2014
Carnaval Upanema 2014
Carnaval Upanema 2014
Carnaval Upanema 2014

Programação Carnaval Upanema 2014

Programação Carnaval Upanema 2014

Programação Carnaval Upanema 2014

Programação Carnaval Upanema 2014

Programação Carnaval Upanema 2014

Programação Carnaval Upanema 2014

Programação Carnaval Upanema 2014

Programação Carnaval Upanema 2014

Programação Carnaval Upanema 2014

O prefeito Luiz Jairo anunciou neste sábado, 1°, no programa “Em dia com o povo”, na rádio Difusora de Mossoró, a programação do Carnaval 2014 realizado pela Prefeitura de Upanema.

Flávio e Pisada Quente, Municipal Santos , André Luví e Renata Falcão são algumas atrações do Carnaval “É só alegria” de Upanema, que terá ainda Roberto e Banda Meus Amores, Banda Voo Livre, além de trio elétrico.

Serão quatro dias de festas, de 1° a 4 a março, com arrastão saindo do Complexo Turístico, no bairro Beira Rio, todas as noites em direção ao Centro onde acontece o tradicional mela-mela.

Além das bandas no trio a partir das 6 horas da noite, troças animarão os foliões durante todo o dia. A prefeitura ainda vai disponibilizar paredão de som durante a tarde no Beira Rio para acender os foliões para as noitadas.

Luiz Jairo destacou que a prefeitura vai investir em segurança e reforçar a estrutura de saúde para garantir tranquilidade e atendimento médico, se necessário, para a população de Upanema e visitantes. “Vamos reforçar o policiamento e contratar segurança particular, além de deixar ambulâncias e equipes médicas de prontidão”, garantiu.

Programação Bandas Carnaval Upanema 2014

Sábado, 1°

18h: Arrastão com André Luví
22h: Renata Falcão e Banda Voo Livre percorrendo as ruas no trio elétrico

Domingo, 2
18h: Arrastão com Renata Falcão e Banda Voo Livre
22h: Flávio e Pisada Quente percorrendo as ruas no trio elétrico

Segunda, 3
18h: Arrastão com Municipal Santos
22h: Renata Falcão e Banda Voo Livre percorrendo as ruas no trio elétrico

Terça-feira, 4
18h: Arrastão com Roberto e Banda Meus Amores
22h: Renata Falcão e Banda Voo Livre percorrendo as ruas no trio elétrico

Deixe Sua Avaliação

GAROTA RGNOAR.COM.BR ABRE INSCRIÇÕES PARA UPANEMA

O Portal de Notícias do Rio Grande do Norte, o RGN no Ar (www.rgnnoar.com.br) abre inscrições para o Quadro Garota Rio Grande do Norte 2014. Às inscrições são para os seguintes municípios:  UPANEMA, Canguaretama, Caicó, Apodi, Venha Ver, Pau dos Ferros, Areia Branca, Macau e Cerro Cora .

As Garotas dos determinados municípios, terão quinze dias (de 30 de janeiro à 14 de fevereiro) para se escreverem e representar o Rio Grande do Norte e seu município no quadro Garota RGN.

Você Garota que deseja participar e representar seu município no maior portal de notícias do RN, clique AQUI! 

O quadro Garota RGN surgiu em 1° de março de 2013. Em apenas dez meses no ar, o quadro já recebeu mais de 430 mil acessos, além de nove representantes municipais ( Natal, Parnamirim, Várzea, Japi, Jaçanã, Serra do Mel, Serra Caiada, Patu e Caiçara do Norte). No final de 2013, a garota Mônica Valéria (Representante de Natal/RN) levou o título de Garota Rio Grande do Norte 2013 promovido pelo RGN através de concurso estadual.

ENTENDA MELHOR O QUADRO:

“GAROTA RGN”. O que isso significa: todos os meses o portal www.rgnnoar.com.br publicará uma garota para ilustra nossa pagina no facebook da Garota RGN e do site RGN; a garota representará o portal durante um mês. A sigla Garota RGN é um resumo do nome Garota Rio Grande do Norte.

QUEM PODE PARTICIPAR:

Qualquer Garota do Rio Grande do Norte.

COMO PARTICIPAR?

É simples, é só você preencher todos os campos da ficha de participação e inscrição, incluir no formulário uma foto, aceita os termos de participação do quadro e clicar em ENVIAR!

Você garota que deseja participar, preencha nosso formulário aqui!

do RGNnoar.com.br

Deixe Sua Avaliação

Vergonha: Delúbio arrecada R$ 1 milhão para pagar multa do mensalão

 

Foto: Divulgação

BRASÍLIA – Em nove dias, a campanha para arrecadar recursos para pagar a multa aplicada a Delúbio Soares no julgamento do mensalão conseguiu arrecadar mais que o dobro do que tem de ser pago. Nesta quinta-feira, o site da campanha divulgou que foram doados R$ 1,013 milhão, para pagar a multa de R$ 466.888,90 que o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou que o ex-tesoureiro do PT pague até amanhã. De acordo com o site, o valor restante – cerca de R$ 546 mil – será repassado para arcar com a multa do deputado João Paulo Cunha e do ex-ministro José Dirceu.

Mais da metade do total de doações entrou na conta entre ontem e hoje. Na noite de quarta-feira, o site apontava que havia arrecadado R$ 415.390,86. Em texto publicado hoje na página, os autores da campanha agradecem as doações.

“Ao expressarmos imensa gratidão aos milhares de doadores, muitos inclusive sem filiação partidária e movidos apenas pela indignação e o sentimento de solidariedade, convocamos para as novas jornadas em favor de José Dirceu e João Paulo Cunha. E o valor excedente de nossa campanha, descontados os tributos, será doado a esses companheiros, visando o pagamento de suas injustas e exorbitantes multas”, afirmam.

Eles destacam que o trabalho de mobilização feito nas redes sociais, entre os militantes petistas e de partidos de esquerda, movimentos sindicais e entre amigos resultou no sucesso da campanha.

Dirceu foi condenado a pagar uma multa de R$ 676 mil (em valores da época) pelo crime de corrupção ativa. Já João Paulo Cunha foi multado em R$ 370 mil (também em valores da época) por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e peculato. Ele ainda tem um recurso a ser analisado e que pode levar à absolvição pelo crime de lavagem. Nesse caso, a multa seria reduzida para R$ 250 mil. Os valores ainda precisam ser corrigidos, tarefa que cabe ao Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT).

A família do ex-deputado José Genoino afirmou ontem que doaria R$ 30 mil para a campanha do o ex-tesoureiro do PT. A família de Genoíno conseguiu, em dez dias, R$ 761.962,60. São R$ 94.448,68 a mais do que o valor necessário para arcar com a multa definida pelo STF.

Fonte: OGlobo.com

Deixe Sua Avaliação

Créditos de celulares pré-pagos não podem expirar, decide Justiça

As operadoras de telefonia móvel estão proibidas de estabelecer prazo de validade para créditos pré-pagos, em todo o país, por uma decisão da 5ª Turma do TRF da 1ª Região, segundo nota publicada nesta quinta-feira (15).

O relator do processo entendeu que o  prazo de validade dos créditos pré-pagos são “um manifesto confisco antecipado” e que esbarram no Código de Defesa do Consumidor.

A decisão foi unânime, mas ainda cabe recurso. Se descumprida, há multa diária de R$ 50 mil.

As operadoras Vivo, Oi, Amazônia Celular e TIM têm 30 dias para reativar o serviço de todos os usuários que tiverem sido interrompidos, e devem devolver a exata quantidade de créditos em saldo que o cliente tinha à época da suspensão.

Procurado pelo G1, o Sinditelebrasil, que representante empresas de telefonia, não se pronunciou sobre o assunto até a última atualização desta reportagem.

A proibição foi dada em relação a um recurso do Ministério Público Federal (MPF) contra sentença da 5ª Vara Federal do Pará. O MPF entrou com uma ação civil pública contra a Anatel e as operadoras Vivo, Oi, Amazônia Celular e TIM, mas a primeira decisão foi a favor das operadoras, ao afirmar que “a restrição temporal de validade dos créditos de celulares pré-pagos não apresenta qualquer irregularidade”.

O MPF quer anular as cláusulas dos contratos firmados entre os usuários do serviço e as operadoras que preveem a perda dos créditos adquiridos após um certo tempo ou que condicionem a continuidade do serviço à compra de novos créditos.

No recurso, o MPF apontou que a expiração dos créditos são “afronta ao direito de propriedade e caracterização de enriquecimento ilícito por parte das operadoras” e considerou que as “cláusulas contratuais são abusivas”, porque desequilibram a relação entre o consumidor e as operadoras que fornecem os serviços.

O relator do processo na 5ª Turma, desembargador federal Souza Prudente, entendeu que o  prazo de validade dos créditos pré-pagos são “um manifesto confisco antecipado” e que esbarram no Código de Defesa do Consumidor. Ele entendeu que se trata de abuso e de discriminação entre os usuários, já que os com menor poder aquisitivo não teriam tratamento isonômico em relação aos demais usuários desses serviços públicos de telefonia.

Legislação
Uma resolução da Anatel (316/2002) estabelece que, esgotado o prazo de validade dos créditos, o serviço pode ser suspenso parcialmente, tanto com o bloqueio para chamadas originadas quanto para o recebimento de chamadas a cobrar. Fica permitido o recebimento de chamadas que não importem em débitos para o usuário pelo prazo de, no mínimo, 30 dias.

Depois deste prazo, o serviço poderá ser suspenso totalmente, com o bloqueio para o recebimento de chamadas pelo prazo de, no mínimo, 30 dias. Ao fim deste período, o contrato de prestação do serviço pode ser rescindido pela prestadora.

Segundo o TRF1, a resolução foi revogada por uma outra (477/2007) que estabelece que os créditos podem estar sujeitos a prazo de validade e que a prestadora deve oferecer, no mínimo, os com validade de 90 a 180 dias. Se forem inseridos novos créditos antes do prazo previsto para rescisão do contrato, os não utilizados e com prazo de validade expirado serão revalidados pelo mesmo prazo dos novos créditos adquiridos.

Julgamento
O desembargador federal Souza Prudente disse que a Anatel não pode nem deve extrapolar os limites da legislação de regência, como no caso, para “possibilitar o enriquecimento ilícito das concessionárias de telefonia móvel”.

“Também não me convencem os argumentos no sentido de que a relação contratual estabelecida entre a concessionária e os usuários teria natureza eminentemente privada e, por isso, a fixação de determinado prazo de validade para os créditos por eles adquiridos não estaria sujeita à expressa previsão legal”, completou Souza Prudente, pois o serviço de telefonia é, sem dúvida, serviço público essencial, concedido a essas concessionárias, para disponibilizá-lo a seus usuários, com eficiência, qualidade, sem qualquer discriminação, observando-se os princípios da razoabilidade, proporcionalidade e moralidade.

Fonte G1

Deixe Sua Avaliação

VI CONGRESSO DE MISSÕES DA ASSEMBLÉIA DE DEUS DE UPANEMA-RN

 

A Secretaria de Missões e Evangelismo da Assembléia de Deus de Upanema estará realizando do dia 15 a 18 de Agosto o VI Congresso de Missões, tendo como objetivos primordiais incentivar a igreja a empenhar-se na evangelização mundial e contribuir com orações e ofertas para o efetivo cumprimento do “ide” de Cristo.

Durante o evento, serão ministradas mensagens bíblicas por notáveis conhecedores da obra missionária, os quais também irão compartilhar experiências e testemunhos sobre as suas atuações nas missões transculturais.

Com isso, serão os preletores oficiais do trabalho os seguintes obreiros:

 

1. Pastor Edgar Amorim- Secretário de Planejamento da SENAMI (Secretaria Nacional de Missões) e Pastor Presidente da Assembleia de Deus em São João de Miriti – RJ;

 

2. Pastor Valter Silveira- Secretário da SEMADEC (Secretaria de Missões da Assembléia de Deus no Ceará);

 

3. Missionário Elivaldo Mendes- Coordenador da obra missionária da AD da Paraíba na Bolívia.

Mais Informações e coberturas desse evento no Site www.upcristo.com e no Blog www.portalmissionario.blogspot.com.

 

Ore, contribua e participe desse abençoado trabalho.

Fonte: Site www.upcristo.com

Deixe Sua Avaliação

Segundo MP a Prefeitura deverá fiscalizar e retomar casas que foram vendidas nos conjuntos habitacionais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE UPANEMA
Avenida Dezesseis de Setembro, nº 90 – Centro
Upanema/RN. CEP 59.670-000
Telefone/fax: (84) 3325-0359

Inquérito Civil nº 06.2009.00000330-2
Área: Cidadania
Assunto: Apurar irregularidades nos Programas Sociais de Habitação no Município de Upanema

– RECOMENDAÇÃO Nº 004/2013 –

CIDADANIA. Regularidade na execução do Convênio nº 005/2008 celebrado entre a Companhia Hipotecária Brasileira-CHB e o Município de Upanema. Município como convenente deve assumir a responsabilidade de fiscalizar os beneficiários e a destinação das unidades habitacionais já entregues.
O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, de ordem do Promotoria de Justiça da Comarca de UPANEMA/RN, no desempenho das atribuições legais conferidas pelos arts. 127 e 129, incisos II e III, da Constituição Federal de 1988, pelo art. 27, parágrafo único, inciso IV, da Lei 8.625/93 (Lei Orgânica Nacional do Ministério Público) e pelo art. 69, parágrafo único, alínea “d”, da Lei Complementar Estadual nº 141/96 (Lei Orgânica Estadual do Ministério Público), e ainda,
CONSIDERANDO que constam dos autos 16 (dezesseis) termos de declarações, que noticiam a existência de unidades habitacionais fechadas ou negociadas relativas ao Convênio nº 005/2008 celebrado entre a Companhia Hipotecária Brasileira-CHB e o Município de Upanema,
CONSIDERANDO que estão acostados aos autos 07 (sete) termos de audiências com beneficiários e candidatos a beneficiários do referido convênio, que declaram a existência de unidades habitacionais fechadas ou negociadas,
CONSIDERANDO que a origem do programa está inicialmente no Convênio de Cooperação e Parceria que o Município de Upanema firmou com a Companhia Hipotecária Brasileira aos 20 de fevereiro de 2008, tendo como objeto “viabilizar, no Município de Upanema, ações para a implementação do Programa de Subsídio à Habitação de Interesse Social – PSH”,
CONSIDERANDO que através do Ofício nº 040/2009, datado de 18 de agosto de 2009, a então Secretária de Urbanismo e Ação Social de Upanema encaminhou relatório contendo levantamento de dados dos beneficiários dos conjuntos habitacionais, constatando a existência de 11 (onze) unidades habitacionais negociadas no Conjunto Luiz Tomaz de Aquino, 07 (sete) negociadas no Conjunto Marinheiro Júnior, 05 (cinco) negociadas no Conjunto Rosvaldo Bezerra (1ª Etapa), 07 (sete) negociadas no Conjunto Rosvaldo Bezerra (2ª Etapa), 08 (oito) negociadas no Conjunto Rosvaldo Bezerra (3ª Etapa) e 03 (três) negociadas no Conjunto Gildenor Roque,
CONSIDERANDO que através do Ofício nº 040/2009, datado de 18 de agosto de 2009, a então Secretária de Urbanismo e Ação Social de Upanema encaminhou relatório contendo levantamento de dados dos beneficiários dos conjuntos habitacionais, constatando a existência de 01 (uma) unidade habitacionai FECHADA no Conjunto Marinheiro Júnior, 01 (uma) também FECHADA no Conjunto Rosvaldo Bezerra (1ª Etapa), 02 (duas) FECHADAS no Conjunto Rosvaldo Bezerra (2ª Etapa) e 01 (uma) FECHADA no Conjunto Gildenor Roque,
CONSIDERANDO que através do Ofício nº 143/2010, datado de 1º de julho de 2010, a própria Prefeita Municipal de Upanema encaminhou relatório do programa de subsídio à habitação contendo levantamento de dados dos beneficiários dos conjuntos habitacionais, constatando a existência de diversas unidades vendidas, alugadas, trocadas, cedidas ou fechadas nos conjuntos Josefa Lopes, Gildenor Roque, Rosvaldo Bezerra, Alzira Carlos, Marinheiro Júnior, Artemízio Lopes e Luiz Tomaz de Aquino, sem no entanto apontar quais providências de saneamento das irregularidades adotou,
CONSIDERANDO que, através do CE-JUR nº 059/2009, datado de 22 de outubro de 2009, a CHB – Companhia Hipotecária Brasileira, através de sua assessoria jurídica, informou que “vencida a fase de entrega das unidades com seus respectivos habite-se e termo de recebimento da unidade habitacional, a instituição financeira não tem mais nenhuma interferência na localidade, devendo enviar apenas o relatório de conclusão de obras ao Ministério das Cidades”,
CONSIDERANDO que, através do Ofício nº 574/2010-AG. MOSSORÓ/RN, datado de 14 de dezembro de 2010, a Caixa Econômica Federal informou que os municípios convenentes, através de suas leis autorizativas do programa habitacional, devem assumir a responsabilidade pela disciplina e fiscalização da execução do programa,
CONSIDERANDO que, segundo o próprio instrumento contratual, em especial sua cláusula sexta, alínea “a”, o Município de Upanema assumiu a obrigação de “desenvolver atividades de planejamento, elaboração, implementação do empreendimento, regularização da documentação, organização de grupos, acompanhamento da contratação e viabilizaçao da execução dos projetos”,
CONSIDERANDO que, segundo o próprio instrumento contratual, em especial sua cláusula sexta, alínea “g”, o Município de Upanema assumiu a obrigação de “organizar e executar o processo de inscrição, seleção e classificação das famílias interessadas em obter os parcelamentos de acordo com as condições do programa”,
CONSIDERANDO que, segundo o próprio instrumento contratual, em especial sua cláusula sexta, alínea “o”, o Município de Upanema assumiu a obrigação de “vistoriar as obras, respondendo pela fiscalização e acompanhamento da aplicação dos recursos”,
CONSIDERANDO a grande quantidade de munícipes que comparecem à Promotoria de Justiça de Upanema para informar a existência de casas fechadas nos conjuntos habitacionais, em detrimento de uma lista de pessoas hipossuficientes economicamente que poderiam delas se utilizar, buscando o Promotor de Justiça para pedir uma casa, informando que foi esta a orientação do poder público municipal,
CONSIDERANDO ainda o teor das portarias interministeriais nº 335/2005, 611/2006 e 580/2008, bem como a disciplina contida na Lei Federal nº 10.998/2004,
RESOLVE RECOMENDAR ao Excelentíssimo Senhor Prefeito Municipal de Upanema/RN, Luiz Jairo Bezerra de Mendonça, que, sob pena de possível caracterização de ato de improbidade administrativa decorrente da quebra dos princípios da legalidade, da moralidade e da eficiência, em prejuízo de munícipes em situação de vulnerabilidade social, adote as seguintes providências:
A – assuma a responsabilidade pela gestão e execução do Convênio nº 005/2008 firmado com a Companhia Hipotecária Brasileira – CHB na data de 20 de fevereiro de 2008, tendo como objeto “viabilizar, no Município de Upanema, ações para a implementação do Programa de Subsídio à Habitação de Interesse Social – PSH”;
B – forme uma Comissão Especial multidisciplinar integrada por, no mínimo, três servidores públicos municipais de diversas áreas, tendo ao menos um formação superior em serviço social e ao menos um formação superior em Direito, com a responsabilidade de gerenciar a execução do Convênio nº 005/2008, procedendo ao seguinte:
I) elaborar, juntamente com a Secretaria de Urbanismo e Ação Social do Município de Upanema, relatório contendo o levantamento de dados de todas as unidades habitacionais vinculadas a programas sociais municipais, identiciando todas as casas vendidas, trocadas, alugadas, cedidas e abandonadas;
II) que verificada situação de troca, permuta, cessão, locação ou abandono do bem em confronto com a lei municipal autorizadora e que rege a distribuição das unidades habitacionais, seja instaurado procedimento administrativo para formação do convencimento da Comissão Especial quanto à existência de ilegalidade ou irregularidade insanável;
III) que dentro do procedimento administrativo seja oportunizado o direito de defesa do beneficiário, que deverá comprovar que não se encontra em situação de irregularidade, sob pena de retomada da unidade habitacional;
IV) que ao final do procedimento, realizadas as diligências necessárias, a Comissão Especial emita parecer acerca da existência ou não de irregularidade na utilização das unidades habitacionais, submentendo à autoridade superior o parecer para decisão final;
V) que em caso de decisão administrativa final de presença de iregularidades insanáveis, o Município de Upanema retome a posse da unidade habitacional, redistribuindo a novos beneficiários previamente cadastrados, dando ampla transparência em relação aos critérios de cadastramento e distribuição;
VII) que especificamente em relação às unidades habitacionais que se encontram fechadas, em situação de abandono, o procedimento administrativo seja preferencial e célere, de modo a que as mesmas possam ser rapidamente redistribuídas a novos beneficiários.
Fica estipulado o prazo de 30 (trinta) dias corridos para que o Município de Upanema FORME A COMISSÃO e informe ao Ministério Público se assumiu a gestão do convênio e se pretende cumprir a recomendação.
Fica estipulado o prazo de 60 (sessenta) dias para corridos para que o Município conclua a análise administrativa de todas as unidades habitacionais fechadas, tendo em vista o risco de invasão ou deterioração.
Adverte o Ministério Público que, em caso de não observância ou descumprimento dos termos da presente recomendação, será buscada responsabilização do gestor público municipal por eventual ato de improbidade administrativa decorrente de infringência aos princípios da legalidade, da moralidade e da eficiência, seja na esfera estadual ou por representação junto ao Ministério Público Federal, sem prejuízo do ajuizamento da ação de obrigação de fazer competente.
Esta recomendação deverá ser entregue em mãos do gestor municipal, tendo em vista que a assinatura da avença com a Companhia Hipotecária Brasileira foi subscrita em outra gestão.
Publique-se no Diário Oficial.
Upanema/RN, 03 de julho de 2013.
Bel. Ítalo Moreira Martins
Promotor de Justiça em substituição legal

Fonte: UpanemaNews

Deixe Sua Avaliação

Cursos Técnicos Gratuitos oferecidos pelo Pronatec e Sisutec na Região

No SISUTEC em Mossoró:

– SENAI/RN – CENTRO DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIAS ÍTALO BOLOGNA
SENAI/RN – CENTRO DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIAS ÍTALO BOLOGNA (Mossoró, RN)
CURSO GRAU TURNO TOTAL
DE VAGAS
AÇÕES
AFIRMATIVAS
Técnico em Automação Industrial
Técnico Matutino 20 Sim
Técnico em Automação Industrial
Técnico Vespertino 20 Sim
Técnico em Eletromecânica
Técnico Matutino 20 Sim
Técnico em Eletromecânica
Técnico Vespertino 20 Sim
Técnico em Mecânica
Técnico Vespertino 20 Sim
Técnico em Mecânica
Técnico Matutino 20 Sim
Técnico em Metalurgia
Técnico Matutino 20 Sim
Técnico em Metalurgia
Técnico Vespertino 20 Sim
Técnico em Segurança do Trabalho
Técnico Matutino 35 Sim
Técnico em Segurança do Trabalho
Técnico Vespertino 35 Sim
– SENAC MOSSORÓ
SENAC MOSSORÓ (Mossoró, RN)
CURSO GRAU TURNO TOTAL
DE VAGAS
AÇÕES
AFIRMATIVAS
Técnico em Enfermagem
Técnico Matutino 30 Sim
Técnico em Estética
Técnico Vespertino 25 Sim

Acesse os sites:

http://pronatec.mec.gov.br/index.php

http://sisutec.mec.gov.br/

Confira, faça sua inscrição para se capacitar, os cursos são Gratuitos

Deixe Sua Avaliação