Enem 2012: Cansaço é maior que dificuldade no 1º dia

Uncategorized


Encerrado o prazo mínimo de duas horas de permanência nas salas de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2012, os primeiros estudantes começam a sair. Segundo depoimentos desses participantes, o exame deste ano apresentou dificuldade média. Letras de música, como  Vida de Viajante, famosa na voz de Luiz Gonzaga, quadrinhos do personagem Capitão América e até o planeta Marte forma contemplados pelos elaboradores.

“A prova de química não foi muito difícil. As questões de biologia me preocuparam mais”, conta Bruno Gonçalves, de 18 anos, que planeja usar a nota do Enem para disputar uma bolsa do Programa Universidade Para todos (ProUni). Ele realizou a prova na cidade de São Paulo.

Gilmara Souza, de 26 anos, que também prestou o Enem em 2011, acredita que a prova deste ano foi mais complexa. “Tive mais dificuldade neste ano”, conta a jovem ao deixar o prédio da Uninove, na Barra Funda, em São Paulo. Já para Amanda Nobre, o exame exige muita interpretação de texto, especialmente em questões de biologia ou física. “Uma das perguntas tinha tanto texto que ocupava a folha inteira”, diz. Adrielma Andrade, de 17 anos, também reclamou do cansaço. “No início estava indo muito bem, mas foi ficando cansativo. 

Os enunciados são muito longos e depois de um tempo não conseguia ler com tanta atenção. 

“Fui perdendo o foco.”

No Rio de Janeiro, Arthur Diniz, de 18 anos, também saiu cedo do Enem. E deixou o local de exame confiante. “Essa foi uma prova típica do Enem. O exame não é muito difícil e não entendo muito as pessoas demorarem tanto para resolver as questões. Eu sempre fui rápido para marcar aquilo que eu sei”, disse. Arthur, que ainda vai aguardar a sua pontuação para escolher a faculdade que pretende cursar, realizou a avaliação na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj).

Logo depois de Arthur, Amanda Silva, também de 18 anos, deixou o local de prova aliviada. 

“Ah, gente, eu chutei tudo”, admitiu. A jovem disse ter passado a noite em claro em uma festa e estava cansada demais para fazer a prova. Já Alanderson Moura, de 25 anos, deixou a Uerj mais otimista. Segundo ele, que é fã de histórias em quadrinhos, o conhecimento dos HQs do Capitão América ajudaram na resolução das questões. “A gravura trazia o super-herói com Adolf Hitler em uma questão sobre a tríplice aliança. Logo identifiquei que se tratava da II Guerra Mundial.”

Provas – Neste sábado, os estudantes responderam a 90 questões de ciências humanas e ciências da natureza, que englobam as disciplinas de história, geografia, química, física e biologia. O tempo máximo para realização do exame é de quatro horas e meia, o que significa uma média de três minutos para cada item. No domingo, os candidatos terão cinco horas e meia para resolver mais 90 questões de linguagens (língua portuguesa e língua estrangeira), matemática e redação. Em ambos os dias, os participantes são autorizados a deixar as salas após duas horas de prova. Contudo, se quiserem levar para casa o caderno de questões não poderão sair antes dos 30 minutos finais.

No fim da tarde, o site de VEJA publica o gabarito em parceria com o Anglo Vestibulares. Em vídeos, os professores do cursinho comentam o exame. O gabarito oficial será divulgado pelo MEC até quarta-feira. 

Fonte: Veja

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.