PMU: SECRETÁRIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL REÚNE EQUIPE PARA ELABORAR AGENDA DO MÊS DE MARÇO

Tendo em vista a chegada de um novo mês, a Prefeitura Municipal de Upanema, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social vêm desenvolvendo nos últimos anos atividades que envolvem diretamente os cidadãos, com temáticas e ações voltadas para às famílias referenciadas no Desenvolvimento Social do Município.

À frente da pasta em 2018, desde o último ano (2017), a secretária Alana Aretha Mendonça tem desenvolvido junto à sua equipe um grande trabalho em prol dos usuários dos programas sociais de nossa cidade, como intuito de dar continuidade, aprimorando e adotando novas ideias para o Desenvolvimento Socioassistencial promovido na gestão “Vida Digna para o Cidadão”, gestão do Prefeito Luiz Jairo.

Foram divulgadas ontem (28) na página oficial do CRAS de Upanema, as ações que serão chaves neste mês. Entre elas estão a realização da programação do 8 de março, visita dos técnicos da Assistência Social às escolas e o retorno das oficinas do Serviço de Convivência, com a realização das inscrições no período de 12 a 16 do mês corrente.

“Fizemos um planejamento anual para elencar todas as atividades que serão desenvolvidas ao longo do ano de 2018, vendo as prioridades da gestão e visando um melhor atendimento aos usuários da política de desenvolvimento social do nosso município; com isso esperamos atender todas as expectativas em relação às campanhas e oficinas que serão executadas ao longo deste mês e dos próximos.” Destacou.

A programação segue ao longo do mês com parcerias entre Assistência social e demais pastas, como saúde e educação do município.

Assistência Social: Beneficiários do Bolsa Família DEVEM informar mudança de escola dos filhos

Manter as crianças e adolescentes na escola é um dos compromissos assumidos pelos beneficiários do Bolsa Família e pelo poder público, a fim de garantir o acesso à educação e promover a superação da pobreza. Por isso, quem recebe o Bolsa Família precisa estar atento ao início do ano letivo. Se famílias com crianças e jovens de 6 a 17 anos precisarem mudar os filhos de colégio, a alteração deve ser informada ao setor responsável pelo Cadastro Único no município.

É necessário avisar a escola, durante a matrícula, que o aluno é beneficiário do Bolsa Família, pois a instituição precisa registrar a assiduidade do aluno no Sistema Presença, do Ministério da Educação. Dessa forma, o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) consegue verificar se a frequência escolar mínima está sendo cumprida. “Se tivermos essa informação com mais precisão, agilizamos o processo de acompanhamento”, reforça o diretor de Condicionalidades do Ministério do Desenvolvimento Social, Eduardo Pereira. A frequência escolar mínima exigida pelo Bolsa Família é de 85% da carga horária mensal para estudantes de 6 a 15 anos, e de 75% para estudantes entre 16 e 17 anos, beneficiários do Benefício Variável vinculado ao Adolescente (BVJ).

As famílias devem redobrar a atenção na matrícula das crianças que completaram 6 anos de idade a partir de abril de 2017 e das que ainda irão fazer 6 anos até 31 de março, pois entrarão no perfil para acompanhamento das condicionalidades de educação em 2018. Elas serão informadas, por mensagem no extrato de pagamento enviado no início do ano, sobre a necessidade de fazer a matrícula das crianças e de atualizar as informações no Cadastro Único em caso de mudança de escola.

Os beneficiários do programa também precisam manter outros itens do cadastro atualizados, como mudança de endereço, aumento ou diminuição da renda, nascimento ou morte de alguém da família, entre outros. Caso não mantenha o cadastro em dia, a família pode ter o repasse do recurso bloqueado.

Fonte: MDS

Para a Secretária de Assistência Social, Alana Aretha, “é indispensável que os pais informem as atividades de mudança de série ou da escola dos filhos, isso é muito válido quando se trata de manter o Cadastro Único atualizado, com as informações em dia.”.

CONCURSO COM MAIS DE 100 VAGAS PARA PREFEITURA DE NOVA CRUZ ESTÃO COM INSCRIÇÕES ABERTAS – Um Dedo de Prosa

Desde o último dia 8 (janeiro) estão abertas as inscrições do Concurso a ser realizado em março deste ano, para preenchimento de vagas na Prefeitura Municipal de Nova Cruz, cidade do interior do Rio Grande do Norte.

As inscrições para o concurso devem ser realizadas por meio do endereço da COMPERVE, até o dia 05 de fevereiro. Para participação do candidato estão sendo cobradas taxas de inscrição no valor de R$ 60,00 reais, R$ 80,00 reais ou R$ 100,00 reais dependendo do nível que o cargo selecionado está ocupando no concurso.

No ato da inscrição o candidato deve possuir o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), documento de identificação oficial com foto (RG ou CNH) e dar por preenchido o formulário disponível na página do concurso na internet.

Estão abertas as vagas para ASG (40), Motorista (06), Assistente Administrativo (06), Técnico de Enfermagem (15), Advogado (01), Assistente Social (06), Bioquímico (05), Dentista (15), Enfermeiro (15), Engenheiro Civil (01), Farmacêutico (02), Médico (15), Nutricionista (02), Psicólogo (03).

Uma ótima oportunidade para o ano de 2018!

ELEIÇÃO DO SINDSERPUP: Confira a LISTA dos aptos a votarem e o DOCUMENTO NECESSÁRIO

Como já havíamos comentado em nosso site anteriormente, no próximo dia 10 de abril, segunda que vem, acontecerá à eleição da nova diretoria do SINDSERPUP. Os eleitores aptos a votar terão das 8 da manhã às 17 horas para depositarem seu voto nas urnas.

Duas chapas compõem a disputa pelo pleto: Josadaque Carlos da chapa 01 e a professora Edimir de Medeiros, com um vasto histórico de vida sindical, experiência em LUTA pelas categorias, resolvendo voltar à disputa através da Chapa 02 – Reconstruindo a LUTA.

Confira a Lista dos apotos a votarem – SINDSERPUP no próximo dia 10. É importante levar o documento de Identificação com foto ou comprovante mensal de salário – contracheque.

 

Edimi Medeiros: “O SINDSERPUP é um palco de luta; é preciso determinação!”

A professora e sindicalista Edimi Medeiros nos confidenciou um pouco de seus anseios em voltar a vida sindical. Um dos pontos que ela destacou e que diz como referência para seu mandato à frente da diretoria é a volta da LUTA pelas demais categorias, no sentido do Plano de Cargos, Carreiras e Salários dos demais servidores.

Destaca que as últimas lutas e os diálogos das categorias, principalmente a dos professores tem sido significativa para as melhorias do servidor. A professora destaca que essa reivindicação pelos direitos e pela valorização do trabalhador-sócio não pode parar; que os trabalhadores esperam uma forte representatividade no SINDSERPUP (por serem associados);  confiam em um perfil que LUTE por todos, que esteja na ativa e que enfrente as dificuldades sem medo!

“O meu maior objetivo como sindicalista é garantir que o servidor esteja ciente de seus direitos e sendo contemplado por eles; e quero lutar por essa efetivação, na busca pela garantia dos ganhos para todas as categorias. Sou professora, especialista e mestre, aprendi com o coletivo e assim como busco melhorias para minha classe, vou continuar lutando pelas demais categorias. Reconheço que o SINDSERPUP é um palco de LUTA; é preciso determinação e TRANSPARÊNCIA e isso nossa diretoria terá de sobra se chegarmos ao pleito”, destacou Edimi.

Estamos torcendo para que o SINDSERPUP volte a dar suas contribuições para os servidores de TODAS as categorias e a professora Edimi se mostra bastante sensível à isso. Sua chapa tem por lema “Reconstruindo a LUTA” e o número para voto no próximo dia 10 será o número de CHAPA 02.