PRIMEIRO EVENTO PARA DISCUTIR AS ORIGENS DO BRASIL RECEBE 200 GUIAS DE TURISMO

Brasil

O primeiro de quatro debates para discutir a teoria de que o Brasil foi descoberto pela esquadra de Pedro Álvares Cabral no Rio Grande do Norte aconteceu na noite de ontem (9) no auditório Lavoisier Maia, no Centro de Convenções de Natal e reuniu mais de 200 guias de turismo – público foco para esta primeira edição.

“Cumprimos com nosso propósito de levantar o tema e informar o guia de turismo. Vamos ao próximo passo com um segundo evento voltado à categoria de bugueiros, também outra fonte importante de informação ao turista”, frisou o secretário estadual de Turismo, Manuel Gaspar. O segundo evento já está agendado para 12 de junho, no mesmo local.

O guia de turismo e também historiador Canindé Nobre ressaltou a importância da capacitação à categoria. “Esse tema é importante para que possamos estar aptos a prestar essa informação curiosa ao turista. Parabenizo o Governo do Estado e a secretaria de Turismo pela iniciativa que, sem dúvida, vai enriquecer nosso conhecimento”.

Esta primeira edição recebeu quatro especialistas no assunto: o professor de história e escritor Antônio Holanda, o engenheiro Manoel Cavalcante (autor do livro 1500: de Portugal ao saliente Potiguar), o português Paulo Gonçalves (estudioso do tema) e o historiador Marcus Cesar Cavalcanti (autor do livro O Brasil nasceu juridicamente no RN).

Afora o próximo evento de 12 de junho, outros dois, em julho e agosto, serão promovidos para hoteleiros e alunos de cursos relacionados ao turismo. Todos também abertos a demais interessados. Datas ainda serão definidas. Para setembro, a Setur RN pretende um grande evento nos municípios de São Miguel do Gostoso, Touros e Pedra Grande, para recontar, de forma cênica, a chegada dos portugueses ao Estado potiguar.

A campanha #TudoComecaAqui foi lançada há dois meses e tem norteado a divulgação e promoção do Rio Grande do Norte nos principais eventos do setor e também em mídias especializadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *