phdvirtual

ABATEDOURO LUIZ CÂNDIDO DA COSTA CONTINUA ABANDONADO DESDE 2008

Jorge Luiz Luiz jairo Maristela Freire Município PMDB PR Saúde Upanema Vergonha
Desde 2008, no final do mandato do ex-prefeito Jorge Luiz (PMDB), que o Abatedouro Público Municipal de Upanema esta pronto para ser usado. Porém, por mais que o mesmo tenha sido inaugurado mais de duas vezes pela gestão anterior e pela atual, o abatedouro nunca chegou a funcionar. Isso mesmo, a população upanemense ainda aguarda ansiosamente uma nova inauguração, não como as outras que já houve, más, uma inauguração que realmente dê alguma utilidade aquela grandiosa obra.

            Sempre que é cobrada alguma informação a respeito do assunto a atual gestão, a resposta é a mesma dos últimos quatro anos. Ou melhor, dos últimos oito anos. Ou seja, a falta do maquinário necessário para a utilização no abate e na refrigeração dos animais/carnes. Será que todos esses anos não foram suficientes para adquirir a verba necessária para a compra dessas maquinas? Onde estão os representantes estaduais e federais que representam a atual administração municipal que não alocaram nenhuma emenda?

            Enquanto essas maquinas não chegam, uma grande parcela da população upanemense se vê obrigada a consumir carne contaminada e de péssima qualidade, já que o abate de animais em toda a cidade é feita  clandestinamente e de forma absolutamente errada.
            Além do transporte da carne ser feita nas carrocerias dos automóveis, que muitas vezes são sujas, enferrujadas e sem qualquer tipo de refrigeração necessária para manter a carne em boa qualidade, há também pessoas que a conduz no lastre de carroças, o que é ainda mais grave. Sem falar que, a matança dos animais ocorre muitas vezes na zona rural, sem um ambiente propício para o ato, sem água potável para a lavagem, e muitas vezes sobre o suor excessivo do marchante, que por falta de um fardamento adequado e do calor escaldante de nossa cidade, se vê obrigado a improvisar.
            Pois é, se tivéssemos um abatedouro público em pleno funcionamento, certamente teríamos uma qualidade de vida melhor, e não passaríamos por esse grave problema de saúde pública. Não veríamos essa desova, e muito menos, o abandono dos restos mortais que não são aproveitados em pleno ar livre, além de tantos outros problemas.

Vista interna do abatedouro.
Vista frontal/lateral do abatedouro.
Vista lateral do abatedouro

Imagem posterior do abatedouro
Imagem lateral/posterior do abatedouro
Imagem do curral do abatedouro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.