[leia] Vereadores representam prefeita por crime de corrupção ativa

Uncategorized

Cinco vereadores de Apodi representaram criminalmente a prefeita Goreti Pinto (PMDB), seu esposo Klinger Pinto e assessores, por crime de corrupção ativa. A representação foi oferecida nesta quinta-feira (26) na Promotoria Pública.

Pesa contra a prefeita a acusação de oferecer vantagens a vereadores para ter as suas contas aprovadas na Câmara Municipal. O fato teria ocorrido no dia 10 de julho, véspera da apreciação das contas no legislativo.

Segundo a acusação, a prefeita teria usado os assessores Tiburcio Marinho e Francimar Duarte para oferecer vantagens financeiras aos vereadores como forma de reverter o parecer contrário a aprovação das contas.

Consta na acusação que os aliados da prefeita procuraram os seguintes vereadores: Paulo Luciano, João Evangelista, Júnior Carlos, Angelo Suassuna e Chico de Marinete (tendo a tentativa de contato com este sido através do presidente do seu partido, o PMDB, Paulo Viana, pelo próprio esposo da prefeita).

A prefeita não obteve êxito. As contas foram reprovadas. Dias depois, o grupo de Goreti Pinto denunciou que vereadores haviam pedido dinheiro para aprovação das contas. Revoltados, os vereadores resolveram acionar a Promotoria Pública.

A denuncia feita é instruída com um áudio, onde na ocasião supostos assessores da prefeita teriam ido à casa do vereador Paulo Luciano, e lá propuseram um acordo de colaboração, no qual o vereador se comprometeria a não comparecer à sessão extraordinária de apreciação das contas, ou no caso de ir, votar contra o parecer do relator.

Segue a denúncia dos vereadores: não conseguindo convencer o vereador, os supostos assessores pediram que o mesmo tivesse um encontro com a prefeita para discutir de que outa maneira o vereador poderia rever o seu posicionamento.

Toda a conversa teria sido gravada pelo vereador, por meio de seu celular, servindo agora de prova para a representação por crime de corrupção ativa.

Nota do blog do César Santos: Ao ter as contas reprovadas pela Câmara Municipal, a prefeita Goreti Pinto ficou inelegível pela Lei da Ficha Limpa. Mesmo assim, ela pediu registro de candidatura à Justiça Eleitoral, aguardando o deferimento. A situação da prefeita é muito delicada. Outros candidatos estão na disputa: o ex-prefeito José Pinheiro Bezerra (PR) e o professor Flaviano Monteiro (PC do B).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.