phdvirtual

[leia] Aulas da Uern iniciam após 57 dias de greve

Uncategorized



Após 57 dias de paralisação, as aulas do semestre letivo 2012.1 da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) iniciaram ontem, 2. O primeiro dia de atividades na instituição pós-greve foi tranquilo, com pouca movimentação de alunos.


Apesar de estar em um ritmo lento, devido a tantos dias sem aula, o sentimento de satisfação ao retomar às atividades era comum a boa parte dos alunos. A estudante Amanda Souza relata que contava os dias para retomar o semestre letivo. “Estou na reta final do curso e não vejo a hora de terminar a graduação. Espero que não tenhamos que enfrentar uma nova greve até lá”, declara.


Para o estudante Carlos Eduardo, que inicia a graduação, a satisfação em poder assistir aula é ainda maior. “Desde que fui aprovado no Processo Seletivo Vocacionado (PSV) fiquei na ansiedade de iniciar as aulas. Daí, veio a greve e o sonho de me tornar universitário foi adiado. 


Agora, tenho que me dedicar aos estudos e torcer para que outras greves não atrasem ainda mais a conclusão do curso”, diz o estudante.


A greve da Uern foi encerrada pelos professores na última sexta-feira, 29. Na ocasião, os servidores aceitaram a proposta encaminhada pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Administração e Recursos Humanos (Searh) que concede já neste mês, 3,5% de aumento – retroagindo seus efeitos financeiros a junho – e 5% em setembro deste ano.


Também pela proposta, está garantido reajuste de 9% a serem pagos em maio de 2013 e outro aumento de 10% a serem pagos em maio de 2014. A proposta aceita foi elaborada em comum acordo, entre o Governo do Estado, através da Searh, Aduern e Sintauern, em reunião realizada na quinta-feira passada, 28.


Os servidores avaliam a mobilização e o resultado obtidos como positivos. A categoria informa que agora se dedicará para amenizar os eventuais prejuízos causados aos estudantes devido à paralisação.


Nesta semana, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) da Uern se reunirá para discutir o novo calendário acadêmico para a Universidade. Segundo o reitor Milton Marques, como as aulas forem retomadas ontem, 2, será possível se elaborar um novo cronograma. “As aulas, iniciando no começo de julho a conclusão do primeiro semestre de 2012 será em dezembro e o segundo semestre se iniciará no início de 2013”, explicou. O reitor disse ainda que espera recuperar o calendário pedagógico em pelo menos quatro anos.


Com relação ao Vestibular 2013, que estava previsto para ser realizado em novembro próximo, Milton Marques disse que por causa da greve o concurso será realizado no início do próximo ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *