[leia]Mapa Eleitoral

Nomes: Chico de Marinete e Genivan Varela
Presidenta: Dilma 13
Ocupação: Vereadores
Por que votar nela: Gostaríamos primeiramente de agradecer a oportunidade de estarmos aqui hoje declarando nosso voto a candidata a presidência, Dilma, pois para nós que acompanhamos a história de Lula por todos esses anos, nas suas derrotas e vitórias e conhecemos sua história de vida nos dá o primeiro motivo para votar nela, já que temos a certeza que nosso presidente não indicaria alguém que não fosse competente o suficiente para substituí-lo. Em seguida votamos em Dilma porque ela tem garra, fez crescer no Brasil a questão da Petrobrás e valorizou o pré-sal, juntamente com Lula. Votamos nela também porque não confiamos na política de privatização utilizada pelos tucanos, achamos que o Brasil tem muitas riquezas imensuráveis e inalienáveis. E que por isso temos que, ao em vez de vender, cuidar delas, expandi-las, assim fazendo com que o brasileiro tenho orgulho de ser dessa nação, vejamos o caso do pré-sal, todos nós temos orgulho de nosso país, pois ele tem uma natureza rica e que nos dá nome lá fora. E por último, votamos em Dilma, pois nosso partido, o PC do B teve a sabedoria de apoiar a ela, mesmo sem que os partidos fossem coligados.
Convidamos os demais colegas Vereadores para fazem seus mapas eleitorais e também a blogueira Kelly Regina para fazer seu mapa eleitoral.
FONTE: Bocalloca

Continuar lendo

Bruno diz que vai assumir filho de Eliza, caso DNA comprove

O ex-goleiro Bruno disse que vai assumir “com maior prazer” a paternidade do filho de Eliza Samudio caso seja comprovado que o filho é seu, em entrevista concedida àRecord, durante audiência no Fórum de Minas Gerais. A emissora não informou quando a entrevista, veículada neste domingo, foi realizada. Na quarta-feira, o advogado da mãe de Eliza afirmou que um exame de DNA confirmou que a criança é filha do atleta, mas o resultado ainda não foi oficializado porque depende da assinatura do médico responsável, que estava viajando. Eliza era ex-amante do atleta e desapareceu no dia 4 de junho.

Bruno disse que está com saudades das duas filhas e que seu sonho sempre foi ter um menino, “se for meu, assumo com maior prazer”. Sobre a vida na prisão, Bruno disse que está sofrendo, que a vida na cadeira é igual a de “bicho” e que, nessa situação, “realmente bate a depressão”. Ele afirmou que está confiante no andamento do processo, ao qual, ele e outros envolvidos respondem pelo desaparecimento e morte de Eliza. “Se acontecer alguma coisa, que seja para melhor”. O atleta afirmou ainda que estava preocupado com sua mãe, que estaria sendo manipulada. “Vou esperar ela vir em uma visita desacompanhada para conversar com ela”.

O caso
Eliza desapareceu no dia 4 de junho, quando teria saído do Rio de Janeiro para Minas Gerais a convite de Bruno. No ano passado, a estudante paranaense já havia procurado a polícia para dizer que estava grávida do goleiro e que ele a agrediu para que ela tomasse remédios abortivos. Após o nascimento da criança, Eliza acionou a Justiça para pedir o reconhecimento da paternidade de Bruno.

No dia 24 de junho, a polícia recebeu denúncias anônimas dizendo que Eliza havia sido espancada por Bruno e dois amigos dele até a morte no sítio de propriedade do jogador, localizado em Esmeraldas, na Grande Belo Horizonte. Na noite do dia 25 de junho, a polícia foi ao local e recebeu a informação de que o bebê apontado como filho do atleta, de 4 meses, estava lá. A atual mulher do goleiro, Dayanne Rodrigues do Carmo Souza, negou a presença da criança na propriedade. No entanto, durante depoimento, um dos amigos de Bruno afirmou que havia entregado o menino na casa de uma adolescente no bairro Liberdade, em Ribeirão das Neves, onde foi encontrado.

Enquanto a polícia fazia buscas ao corpo de Eliza seguindo denúncias anônimas, em entrevista a uma rádio no dia 6 de julho, um motorista de ônibus disse que seu sobrinho participou do crime e contou em detalhes como Eliza foi assassinada. O menor citado pelo motorista foi apreendido na casa de Bruno no Rio. Ele é primo do goleiro e, em dois depoimentos, admitiu participação no crime. Segundo a polícia, o jovem de 17 anos relatou que a ex-amante de Bruno foi levada do Rio para Minas, mantida em cativeiro e executada pelo ex-policial civil Marcos Aparecido dos Santos, conhecido como Bola ou Neném, que a estrangulou e esquartejou seu corpo. Ainda segundo o relato, o ex-policial jogou os restos mortais para seus cães.

No dia seguinte, a mulher de Bruno foi presa. Após serem considerados foragidos, o goleiro e seu amigo Luiz Henrique Romão, o Macarrão, acusado de participar do crime, se entregaram à polícia. Pouco depois, Flávio Caetano de Araújo, Wemerson Marques de Souza, o Coxinha Elenilson Vitor da Silva e Sérgio Rosa Sales, outro primo de Bruno, também foram presos por envolvimento no crime. Todos negam participação e se recusaram a prestar depoimento à polícia, decidindo falar apenas em juízo.

No dia 30 de julho, a Polícia de Minas Gerais indiciou todos pelo sequestro e morte de Eliza, sendo que Bruno responderá como mandante e executor do crime. Além dos oito que foram presos inicialmente, a investigação apontou a participação da atual amante do goleiro, Fernanda Gomes Castro, que também foi indiciada e detida. O Ministério Público concordou com o relatório policial e ofereceu denúncia à Justiça, que aceitou e tornou réus todos os envolvidos. O jovem de 17 anos, embora tenha negado em depoimentos posteriores ter visto a morte de Eliza, foi condenado no dia 9 de agosto pela participação no crime e cumprirá medida socioeducativa de internação por prazo indeterminado.

Continuar lendo

PV baiano integra campanha de Dilma Rousseff

a semana decisiva da eleição presidencial, o PT baiano realiza intensa mobilização no Estado, em favor da candidatura de Dilma Rousseff. Nessa segunda-feira (25), o PT-BA recebe a adesão formal de dirigentes, prefeitos, parlamentares e militantes do Partido Verde às atividades de campanha da candidata petista à presidencia da República. O evento está marcado para o Hotel Fiesta às 10 horas e deve reunir representantes de todos os partidos aliados.

Embora o PV tenha decidido como partido manter-se neutro no segundo turno, os seus integrantes foram liberados para apoiar um dos candidatos. Ivanilson Gomes, presidente do PV-BA, um dos que aderiram à candidatura de Dilma, lembrou que 12 dos 17 diretores decidiram apoiar a petista. Dos demais, quatro ficaram neutros e apenas um, o ex-candidato do partido ao governo, deputado Luis Bassuma, apoiou Serra.

Na terça-feira (26), haverá carreata seguida de ato público em Vitória da Conquista, com a presença de Dilma Rousseff e do governador eleito Jaques Wagner. O PT resolveu promover um evento no local como resposta à visita que o candidato José Serra (PSDB) fez a Vitória da Conquista, no início da campanha do segundo turno. Foi agradecer aos eleitores conquistensses pelo fato de ter vencido a eleição do primeiro turno no local.

Tucanos e demos também estarão mobilizados na semana da eleição. Uma das estrelas do PSDB, o senador eleito por Minas Gerais, Aécio Neves estará em Salvador, na terça-feira, onde concederá entrevista coletiva e depois fará campanha para Serra na cidade de Feira de Santana, a 108 quilômetros de Salvador.

Continuar lendo

Na reta final da eleição, PF ouve Erenice e jornalista

A seis dias da eleição presidencial, a tensão da campanha se transfere hoje de manhã para a Polícia Federal (PF), em Brasília, onde dois personagens ligados à campanha de Dilma Rousseff (PT) – a ex-ministra da Casa Civil Erenice Guerra e o jornalista Amaury Ribeiro Jr. – darão depoimentos, em inquéritos separados, a partir de 9 horas. O que disserem ou deixarem de dizer certamente influirá no discurso e nas propagandas dos dois lados nesta reta final e dará munição para o debate entre Dilma e José Serra (PSDB), à noite, na TV Record.

Erenice será a primeira a ser ouvida. Terá de explicar, em inquérito comandado pelo delegado Roberval Ricalvi, se tinha conhecimento das irregularidades praticadas por seus filhos Israel e Saulo Guerra, na intermediação de negócios entre empresas privadas e estatais – escândalo que atingiu fortemente a campanha da candidata petista e levou a ministra a perder o cargo no dia 16 de setembro.

Ribeiro Jr. será inquirido em seguida por outro delegado, Hugo Uruguai, sobre a violação do sigilo fiscal de vários dirigentes do PSDB, entre eles o vice-presidente executivo do partido, Eduardo Jorge, e Verônica Serra, filha do candidato tucano José Serra. O jornalista é suspeito de ter encomendado e pago, a terceiros, a invasão desses sigilos em computadores da Receita Federal em Mauá e Santo André, no ABC paulista. Ele nega as acusações.

Os depoimentos se seguem, também, a denúncias divulgadas no final de semana, pela revista Veja, de que altas figuras do Planalto fariam pressão, em áreas do Ministério da Justiça, para que fossem produzidos dossiês contra adversários políticos do governo.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Continuar lendo
phdvirtual

Assista às mensagens de Dilma e Lula

Na reta final da campanha do segundo turno, a candidata Dilma Rouseff e o presidente Lula mandam recados aos eleitores e às eleitoras que navegam pela internet. Segundo eles, é fundamental ter cuidado com os boatos e importante manter a mobilização para eleger a primeira presidenta do Brasil.






Continuar lendo
phdvirtual

Leitor faz réplica… e o blog a tréplica

Um e-leitor do ApodiBaixo doPano não gostou da matéria em que falamos sobre os gastos da prefeitura com diárias, enquanto os universitários apodienses sofrem com a taxa mantida para manutenção do transporte universitário, que chegou a ser gratuito na ‘era Pinheiro’ e agora poderá alcançar os R$ 70,00 mensais.

Veja o que o anônimo escreveu:

Anônimo disse…
Meu caro blogeiro te faço um convite’vamos estudar juntos a Lei de Diretrises e Bases da Educação Nacional’???vc ja ouviu pelo menos falar???parece que não,mas antes de vc publicar certos comentarios,procure pelo menos saber o que vc ta mesmo falando,pois assim vc não comete essa gaf de achar que é responsabilidade do municipio arcar com transporte universitario.Primeiro agente se informa p/ depois soltar informação.Aceite essa sugestão:seu blog tem muita fofoca,pesquise nesses sites dos famosos,das novelas,faz seu estilo cara.Obrigado se publicar esse comentario…
Outubro 21, 2010 2:50 PM

DeAssis Oliveira responde: Pois é amigo, quem parece ter esquecido de ler essa Lei de Diretrizes da qual você fez menção foi a prefeita Goreti Silveira durante a campanha 2008, época em que valia tudo para chegar à prefeitura.

Veja o que constava na Cartilha do Plano de Governo distribuída por Goreti em 2008 e ‘rasgada’ pela administração em 2009, início de seu mandato.

  • Compromisso social com a manutenção do transporte universitário.

Se, ter que pagar até R$ 70,00 para o transporte universitário é um compromisso social com a manutenção do transporte universitário, então estamos conversado.

E não se fala mais nisso!

Deu no ApodiBaixo do Pano – Por Diassis Oliveira

Continuar lendo

TSE proíbe coligação de Serra de usar expressão “turma da Dilma”

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Joelson Dias, determinou neste sábado (23) a suspensão da expressão “turma da Dilma”, exibida durante a propaganda eleitoral de TV, na última quinta-feira (21), da coligação O Brasil Pode Mais do candidato à presidência José Serra (PSDB).

A coligação da candidata petista Dilma Rousseff alega que a propaganda contém informação “sabidamente inverídica e ofensiva” a ambas. O ministro do TSE não concordou que houve ofensa e acredita que a coligação de Serra se baseou em notícias divulgadas pela imprensa. Entretanto, Joelson não identificou nos trechos exibidos elementos suficientes para respaldar o uso da expressão.

O ministro ainda determinou que José Serra e sua coligação que não utilizem o trecho da propaganda, contendo a expressão “turma da Dilma”, em eventuais mapas de mídia de inserções.

Continuar lendo