phdvirtual

TUDO AZUL NO TRÂNSITO DE MOSSORÓ

Agora com novo fardamento na cor azul, os agentes de trânsito de Mossoró deixaram de serem chamados de “amarelinhos”, forma até carinhosa, com a qual vinham sendo tratadas pelo grande público.
De início, os próprios agentes não se mostraram satisfeitos com a qualidade do material do novo uniforme, inferior – segundo eles – ao anterior.
Espera-se que a escolha da nova cor seja símbolo do compromisso da Gertran de melhorar o nosso combalido trânsito, principalmente, na coordenação e disciplina do mesmo e com relação à oferta de vagas de estacionamento – um verdadeiro caos – e que agora vai ficar TUDO AZUL!

Que a mudança de AMARELO para AZUL traga junto avanços para o nosso trânsito, concretamente.
E melhores condições de trabalho para os, agora. “Azulzinhos”
.
Torçamos e muito!
 
 Fonte: Blog do PC
Compartilhe
phdvirtual

DOIS PREFEITOS DO RN RENUNCIAM AO CARGO

Momento de renúncia em algumas cidades do Rio Grande do Norte. Dois prefeitos potiguares renunciaram ao cargo no Executivo. Em Luís Gomes, deixou o Executivo Carlos José Fernandes, assumiu Francisco Tadeu Nunes. Já em Lajes Pintada renunciou Fábio Henrique, assumiu Nivaldo Alves.
 

O prefeito de Luís Gomes, Carlos José Fernandes, conhecido como Dedezinho, deixou o cargo afirmando que estava se afastando temporariamente da vida política. “Me afasto temporariamente da vida política de nossa região, mas não da vida pública. Chamado para enfrentar um novo desafio, sigo adiante, sem, no entanto, perder de vista nenhum de vocês. Nenhuma força maior, nem o meu próprio querer seriam capazes de me dissociar dessa terra que amo e onde construí vínculos indestrutíveis com as pessoas e com cada uma de suas esquinas. Como São Paulo, “Combati o bom Combate”, diferentemente dele, meu combate não se encerra aqui”, escreveu o agora ex-prefeito na carta aberta à população.

Já o prefeito de Lajes Pintada, Fábio Henrique, justificou “foro íntimo” para deixar o Executivo, ele que estava no segundo mandato. 

Fonte: Blog Panorama Político
Compartilhe
phdvirtual

KASSAB DESTACA EMPENHO DE FÁBIO E ROBINSON NO RN

O presidente do PSD, prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, destacou a luta do deputado federal Fábio Faria e do vice-governador Robinson Faria para a instalação do PSD. E disse que fez questão de acompanhar a sessão do TSE na casa do potiguar porque sua energia representa a energia do novo partido.

“Vocês são lutadores, como cada um de nós, lutaram para que o partido recebesse a atenção que merece do povo do Rio Grande do Norte, que fosse uma nova porta da democracia, e estamos todos juntos nessa nova luta. Saibam que este partido não tem dono, mas é formado por um grupo”, disse o prefeito de São Paulo.

Fábio Faria enfatizou que o novo partido é uma família, que deve ficar unida pelas próximas décadas e construir unida a nova história da política brasileira. E aproveitou para defender que o primeiro líder do PSD, deputado Guilherme Campos (SP), permaneça na liderança durante o ano de 2012. “Ele é um parlamentar de gestos simples e sensatez, que oferece a todos nós a segurança e o conforto para seguirmos unidos”, justificou.

Fonte: http://www.fabiofaria33.com.br/
Compartilhe
phdvirtual

HOJE NASCEU O PSD

NO TSE

 
O Tribunal Superior Eleitoral acaba de deferir por 6 votos a 1, o pedido de registro do PSD, partido idealizado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab. 
 
O julgamento do pedido de registro, que começou na semana passada, foi concluído. O tribunal viveu um impasse na semana passada, pois uma resolução do TSE exigia que o partido incluísse em seu pedido de registro as listas de apoio da população certificadas pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), mas o PSD apresentou essas listas certificadas apenas pelos cartórios eleitorais.
 
Acontece que a legislação eleitoral não chega a falar sobre as certificação dos tribunais, limitando-se à apreciação dos cartórios. Ribeiro entendeu que tratava-se, na realidade, de uma “falsa incompatibilidade”. 

Na votação, que acabou há poucos minutos, somente o Ministro Marco Aurélio votou contra.

Resta, agora, saber se os partidos interessados na não criação do PSD, (DEM, PPS e PSDB) irão recorrer ao Supremo Tribunal Federal.

Compartilhe
phdvirtual

VAMOS LÁ MEU POVO.

Se ficarmos parado, ela não virá. Movimente-se, mostre sua força.
Ajude seu político a levantar-se da cadeira, por que sozinho ele não consegue. 
No Twitter, Orkut, MSN, Facebook, e em todas as redes sociais, use: #QueremosBR110
Campanha em prol da pavimentação  asfáltica da BR-110 (Mossoró-Upanema-Campo Grande). Ajude-nos a tornar em realidade esse sonho.
A BR-110 não tem pai nem mãe!
Compartilhe
phdvirtual

PSD REDUZ HEGEMONIA DE PMDB E PT

Blog de João Bosco Rabello
Existe a possibilidade de o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ainda hoje, julgar o pedido de registro do PSD, legenda fundada sob a liderança do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.
(O julgamento, de fato, começou há pouco. Pode ou não terminar hoje.)
Trata-se de um fato político consumado: um partido que surge com adesão de quase 60 parlamentares no exercício do mandato, a maioria oriunda do DEM, cuja dissidência criou a nova sigla.
Mais: em seis meses estruturou-se em quase todo o país a partir de alianças que antecederam sua formalização, apoiada em governadores, muitos deles aliados do governo federal.
Sua origem é uma fraude grosseira produzida pela direção atual do DEM, modificando a ata da Convenção Nacional do partido que delegara ao seu Conselho Político poderes para definir alianças e indicar candidatos em todos os níveis.
Destituído desses poderes de forma ilegal, os integrantes desse Conselho, presidido por Kassab, entregaram-se à tarefa de fundar outro partido. Nem precisavam: poderiam respaldar-se nesse delito para migrar para outra legenda sem correr o risco de infidelidade partidária.
Não o fizeram por duas razões: a primeira, porque produziriam uma exposição negativa da aliança que apoiava então José Serra para a presidência da República. Vivia-se o auge da campanha presidencial.
Em segundo lugar, porque a simples migração era uma visão míope a nublar a oportunidade maior: a ocupação de um espaço vazio no quadro partidário nacional, monopolizado por PT e PMDB.
O papel de centro-direita, outrora representado pelo PFL, não teve continuidade com o DEM, como era o propósito dos mentores da mudança do nome da legenda.
E vagueia à deriva no Congresso Nacional sem qualquer idéia do que propor na pauta objetiva dos debates.
Já o PSD, antes mesmo de reconhecido pela justiça eleitoral, já levou propostas concretas ao Palácio do Planalto, muitas delas capazes de produzir uma correção de rumos do governo em áreas estratégicas como infraestrutura, energia, agricultura.
O partido prefere nesse momento influência a cargos. Não que os despreze, mas resultados objetivos em áreas de importância estratégica para a legenda são prioridade imediata.
Reduzido a 43 parlamentares após a derrota na campanha presidencial, o DEM corre o risco de ficar ainda menor – com 26 deputados -, caso o TSE aprove o registro do PSD a tempo de a nova legenda participar das eleições municipais de 2012.
O PSD é o fato político novo nos últimos anos da política brasileira. Sua consolidação autoriza a leitura de um reequilíbrio do teatro partidário, hoje um cartel sob hegemonia de PT e PMDB – atores que submetem qualquer presidente da República.
Compartilhe

MINHA AMADA UPANEMA

Símbolo oficial do município de Upanema
16 de setembro. Hoje, nosso espirito cívico fala muito alto.
Comemoramos hoje o aniversário de 58 anos de emancipação política de Upanema, pacata cidade do interior do Rio Grande do Norte. Cidade de povo humilde, ordeiro e hospitaleiro.
Como cidadão upanemense, não poderia jamais deixar de fazer essa pequena homenagem a minha cidade e ao meu povo. Orgulho-me de ter nascido e até hoje me criado nesta linda cidade, cidade esta que amo.
Upanema, nós a amamos. Esperamos poder vê-la crescendo cada vez mais, mudando pra melhor, para que seu povo possa ter uma vida cada vez mais digna. Tens avançado, más é preciso ir, além disso.
Que hoje, oposição e situação possam refletir, abrirem os olhos, deixar as picuinhas políticas de lado, e buscar o melhor para nossa cidade. Se isso chegar a acontecer, apesar de não crer muito, más sonho com esse dia chegando, poderemos ver Upanema crescendo cada vez mais, tanto na sustentabilidade, social, economia e assim por diante.
Como diz seu hino: Nossa Upanema sempre avante à de brilhar. 
Compartilhe
phdvirtual

SENADOR CRITICA INTENÇÃO DO GOVERNO DE CRIAR NOVA CPMF

Publicado por Robson Pires

O senador Francisco Dornelles (PP-RJ) criticou, em discurso no Plenário nesta terça-feira (6), a intenção do governo de criar um novo imposto para financiar a saúde, nos moldes da extinta contribuição provisória sobre movimentação financeira (CPMF). Segundo o senador, a imprensa tem noticiado que o governo quer criar uma contribuição social sobre a saúde (CSS), no mesmo formato da CPMF, também conhecida como o imposto do cheque.
De acordo com Francisco Dornelles, o que caracteriza uma contribuição não é seu nome, mas sua base de cálculo e seu fato gerador. Assim, mesmo com o nome de contribuição sobre a saúde, o tributo pretendido pelo governo seria a mesma CPMF, com base em movimentação financeira.
“Os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Lula usaram o recurso da emenda constitucional, porque não podiam fazer por lei complementar. Quero me pronunciar contra a criação dessa nova contribuição”, afirmou.
Compartilhe