HENRIQUE ALVES GANHA LIBERDADE

O juiz Francisco Eduardo Guimarães concedeu na noite desta quinta-feira (12), liberdade ao ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves. Ele estava cumprindo prisão domiciliar.

A decisão ocorre dias após o depoimento do ex-ministro na Operação Manus.

A justiça federal do Distrito Federal  já tinha concedido a liberdade a Henrique Alves na Operação Sepsi.

Compartilhe
Publicidade

FELIPE MAIA CRITICA APOIO DO DEM AO “MALUCO” CIRO GOMES

A falta de rumo do partido Democratas em nível nacional tem gerado a possibilidade de caminhos desvirtuados, para integrantes da sigla, no pleito eleitoral deste ano para a Presidência da República. Um desses caminhos é o apoio que o DEM pode dar à pré-candidatura de Ciro Gomes (PDT) ao Governo Federal, fato criticado até no Rio Grande do Norte, onde o partido apoiará o candidato pedetista ao Governo do Estado – que é Carlos Eduardo Alves.

A crítica, inclusive, é feita pelo deputado federal Felipe Maia, filho do ex-presidente nacional do DEM, o senador José Agripino – que recentemente desistiu de tentar a reeleição para fortalecer a chapa encabeçada por Carlos Eduardo ao Governo. Em declaração destacada na coluna Poder em Jogo, de Lydia Medeiros, Felipe Maia afirmou que o eleitor do DEM não entende o voto em Ciro Gomes. Mas não foi só: Maia também insinuou que o pré-candidato do PDT à Presidência é “maluco”.

“Nosso eleitor não aceita um candidato que quer colocar no meio da roda a reforma trabalhista, nosso maior legado aqui. Dizem que Bolsonaro é maluco. Mas Ciro e (Donald) Trump também são”, afirmou Felipe Maia, que defende uma reunião do partido para discutir outras possibilidades que não seja o pré-candidato do PDT.

A indefinição do DEM ganhou força desde que a pré-candidatura à Presidente de Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, “subiu no telhado”. O chefe do Legislativo Federal, inclusive, é um dos defensores do apoio a Ciro Gomes. Geraldo Alckmin (PSDB) e Jair Bolsonaro (PSL) seriam as outras opções do partido.

AgoraRN

Compartilhe
Publicidade

CAFEZINHO COM LAWRENCE DEBATE CULTURA EM AREIA BRANCA

O cafezinho com Lawrence’, do pré-candidato a deputado federal Lawrence Amorim, foi até o bairro Nossa Senhora dos Navegantes em Areia Branca. O cafezinho, momento onde Lawrence ouve pessoalmente as demandas das pessoas, contou com a participação de mais de 50 jovens areia-branquenses.

No encontro, os jovens da quadrilha junina ‘Arraiá Sonho Matuto’ falaram ao pré-candidato das necessidades de incentivo do apoio a cultura local. “Somos maus vistos. Nos chamam de vagabundos, que não temos o que fazer”, declararam os jovens. O presidente da Sonho Matuto, Ricarte Silva, defendeu o trabalho dos quadrilheiros. “Nosso trabalho na Sonho Matuto não é apenas cultural, mas também social”.

Apesar da pouca idade, próximo dos dois anos de existência, os quadrilheiros colecionam boas avaliações e premiações em festivais. “Sonhamos alto. A Sonho Matuto sonha alto. Acabamos de sermos premiados pela fundação José Augusto de Natal”, comentou Ricarte. Para Lawrence, o trabalho desenvolvido pelos jovens areia-branquenses deve ser mais que incentivados, precisa ser multiplicado. “É animador ver tantos jovens determinados como vocês, lutando pela mudança”, afirmou o pré-candidato.

A gente só consegue ser um bom representante se souber ouvir, para conhecer e poder dialogar. Vejo que existe uma grande dificuldade no transporte para as quadrilhas chegarem até os festivais. E um ‘banco de milhas’ poderia ser um caminho para mudar isso”, defendeu Lawrence. “Porque se um deputado é ressarcido pelo dinheiro que usa para viajar, os descontos que ele acumula não podem pertencer a ele. É preciso oferecer esse retorno também”, completou.

Para Lawrence, é necessária a criação de ‘emendas democráticas’ para fomentar a cultura e multiplicar ações bem-sucedidas como a da Sonho Matuto. “É preciso direcionar 15 ou 20% das emendas para valorizarmos nossa cultura. A cultura é instrumento de mudança. E precisamos mudar. Precisamos reconhecer a nossa cultura e sonhar alto como a Matuto nos ensina”.

Compartilhe
Publicidade

ZENAIDE MAIA DEBATE EM AUDIÊNCIA PÚBLICA PREVENÇÃO E DIAGNÓSTICO DO CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO NO PAÍS

A deputada Zenaide Maia participou, na tarde desta quarta-feira (11), em Brasília, junto a Comissão de Seguridade Social e Família, de uma audiência pública para discussão do diagnóstico e tratamento do câncer de cabeça e pescoço no Brasil. A audiência acontece no mês que chama atenção para a prevenção desse tipo de câncer e tem a campanha Julho Verde como a maior bandeira.

Durante a audiência, a parlamentar ouviu atentamente o que tinham a dizer: Maria Cecilia Moutinho Camargo, Tecnologista Pleno da Coordenação-Geral de Atenção Especializada do Ministério da Saúde; Melissa do Amaral Medeiros, Presidente da Associação de Câncer de Boca e Garganta – ACBG Brasil; Luiz Eduardo Barbalho de Melo, Presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço – SBCCP; Aline Lauda, Representante da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica e Luciana Holtz, Presidente do Instituto Oncoguia. Todos falam sobre as necessidades dos pacientes, estatísticas e ações que estão sendo feitas para prevenção, cura e assistencialismo.  

Zenaide Maia fez elogios ao trabalho do potiguar e presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço, Luis Eduardo Barbalho de Mello, e também fez questão de defender melhorias, através do Ministério da Saúde, para prevenção e tratamento dos pacientes.

Compartilhe
Publicidade

LAWRENCE AMORIM: ‘MOSSORÓ MELHOR’ NÃO ESTÁ SÓ

Ex-candidato a prefeito de Mossoró, Tião couto retirou sua candidatura a deputado federal. O empresário mossoroense, reunido com correligionários e aliados, argumentou não possuir perfil para o legislativo, mas sim para o executivo. E reforçou o desejo de disputar o executivo mossoroense em 2020.

Tião disputou a prefeitura mossoroense em 2016, integrando o movimento ‘Mossoró Melhor’. O movimento do ex-candidato representou uma alternativa aos nomes tradicionais das velhas oligarquias. Mas sem Tião, as mudanças propostas pelo ‘Mossoró Melhor’ precisam de um novo nome que as fortaleçam. “O ‘Mossoró Melhor’ é um movimento importantíssimo que precisa ser continuado, oferecendo opções novas para o eleitor”, declara Lawrence Amorim, pré-candidato a deputado federal, que segundo os analistas deve herdar parte do eleitorado deixado por Tião. Mossoroense, Lawrence tem pré-campanha bem estruturada e ocupando espaços políticos importantes, em segmentos e comunidades.

“Em 2016, o ‘Mossoró Melhor’ começou com menos de 1% de intenção de voto. Mas Tião foi para as ruas conversar com as pessoas, apresentar o movimento, e o povo identificou ali a mudança tão desejada”, comenta Lawrence. “O povo conheceu, se identificou. E os votos chegaram a 40%. Um número muito expressivo que por muito pouco não trouxe a vitória da mudança”, completa o pré-candidato.

Nome jovem, mas com experiência, o mossoroense Lawrence Amorim é o sentimento de mudança que Mossoró exigiu em 2016 para 2018. “O sentimento de mudança que o ‘Mossoró Melhor’ representa não está só. Vamos continuar combatendo os privilégios políticos. Para o povo, 2016 ainda não acabou. A mudança tem que acontecer”, diz Lawrence Amorim.
Compartilhe
Publicidade

ZENAIDE MAIA PRESTIGIA ANIVERSÁRIO DO DEPUTADO SOUZA EM AREIA BRANCA

Neste domingo (08), a deputada federal Zenaide Maia esteve em Areia Branca para participar do aniversário deputado estadual Souza. A programação iniciou com a missa e em seguida a confraternização para as felicitações, que ocorreu no Caravelas Club.

Além da deputada Zenaide Maia, a senadora Fátima Bezerra e amigos, familiares e lideranças políticas de vários municípios foram cumprimentar o deputado e parabeniza-lo pelo trabalho como parlamentar em defesa do Rio Grande do Norte.

Compartilhe
Publicidade

PREFEITO LUIZ JAIRO E VEREADORES SE UNEM EM DEFESA DA COMARCA DE UPANEMA

O prefeito Luiz Jairo e os vereadores do município se uniram em defesa da Comarca de Upanema. Na manhã desta segunda-feira (9), eles visitaram o Fórum para buscar mais informações sobre o processo de agregação da Comarca local ao município de Campo Grande.

Luiz Jairo informou que prefeitos e vereadores de outros 9 municípios que também estão com as Comarcas ameaçadas se unirão contra a decisão de agregação.

O prefeito de Upanema destaca que a mobilização tem o objetivo de evitar prejuízos que serão causados à população. “Eles (TJRN) falam em agregação, mas, na verdade, o que vai ocorrer é a extinção dessas Comarcas”, atenta.

Luiz Jairo acrescenta que nem mesmo os gestores dos municípios que receberão as Comarcas agregadas são favoráveis a essa medida. “Haverá prejuízo para a população dos municípios que estão tendo suas Comarcas extintas, bem como para aqueles que moram em cidades que vão concentrar os serviços, tendo em vista a demanda aumentar consideravelmente”, observa.

De acordo com informações do Fórum, a maioria dos casos que chegam a Comarca de Upanema é de pequenas causas, incluindo direito do consumidor e pensão alimentícia, cuja abertura de processo se tornará inviável para o cidadão diante da necessidade de se deslocar para outra cidade. “As pessoas mais prejudicadas serão as mais humildes, que buscam pequenos reparos na justiça”, reforça Luiz Jairo.

Com 647 processos novos em 2017, a Comarca de Upanema também não deveria ser atingida pela resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que determinou a agregação de comarcas com média inferior a 439 processos por ano.

A visita ao Fórum contou com a participação de Luiz Jairo, Procurador-Geral do Município, Rodolfo Rodrigues, e dos vereadores Monthalgan Fernandes (presidente da Câmara), Aisamaque Dalyton, Edson Bezerra, Franklin Moura, Higor Tallison e Ibamar Costa.

Compartilhe
Publicidade

CÂMARA E PREFEITURA BUSCAM SOLUÇÕES CONTRA FECHAMENTO DA COMARCA DE UPANEMA

A desativação da Comarca de Upanema, anunciada pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJ-RN), após Resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), está mobilizando os poderes Legislativo e Executivo, que buscam soluções contra o fechamento do Fórum Desembargador Wilson Dantas.

Mobilizados nesse sentido, uma comitiva liderada pelo presidente da Casa, vereador Monthalggan Fernandes (PSB), e o prefeito Luiz Jairo (PR), participaram de uma reunião no Fórum, na manhã desta segunda-feira (09), para ouvir os funcionários e discutir as ações que serão realizadas posteriormente, afim de manter os serviços realizados pelo órgão na cidade.

Pela Resolução (184/2013) do CNJ, as Comarcas que não ultrapassarem a média anual de 439 processos, devem ser fechadas e toda demanda encaminhada as Comarcas de maior porte. No caso do RN, além de Upanema, que seria agregado a cidade de Campo Grande, estão em processo de extinção as comarcas de Almino Afonso, Arês, Cruzeta, Pedro Velho, Portalegre, Santana dos Matos, São Bento do Norte, São João do Sabugi e São Tomé.

“As informações que temos, é que a cidade de Upanema já dispõe de uma demanda suficiente para garantir a permanência da nossa Comarca”, destacou Monthalggan Fernandes, ressaltando ainda que, somente em 2017, o órgão ultrapassou a média, chegando a 647 novos processos.

O encontro contou ainda com a presença dos vereadores Aisamaque Dalyton (PT), Edson Bezerra (PP), Franklin Moura (PRP), Higor Talisson (Pode), Ibamar Costa (PR), e o Procurador-Geral do Município. Rodolfo Rodrigues.

Compartilhe
Publicidade