JOÃO MAIA CAMINHA AO LADO DO POVO E TOMA CAFÉ NA FEIRA LIVRE DE SÃO RAFAEL

O candidato a deputado federal João Maia (PR) começou a segunda-feira (10) caminhando ao lado do povo na feira livre de São Rafael, no Vale do Açu, acompanhado do candidato a deputado estadual, George Soares (PR), do prefeito Reno Marinho e do seu vice Maquinho; da prefeita de Messias Targino, Shirley Targino; além dos vereadores: Rusiano, Fábio de Lulu e Chico, entre outras lideranças.

O prefeito Reno Marinho destacou que São Rafael é grata a João Maia por tudo que ele já fez pela cidade, através de suas emendas parlamentares. “Agora ele vai voltar a ser deputado federal para trazer ainda muito mais recursos”, acrescentou.

Por fim, João Maia tomou café da manhã em uma das bancas da feira livre e visitou uma fábrica de costura com deputado estadual George Soares e comitiva.

“Foi uma visita muito revigorante por ter oportunidade de falar pra muita gente e ver as pessoas prestarem atenção nas propostas. São Rafael pra nós sertanejos tem um significado muito forte, porque sacrificou sua cidade original para construção da Barragem Armando Ribeiro, que é um dos pulmões de água do RN. Muito boa o início dessa segunda-feira!”, declarou.

Compartilhe

O CANDIDATO A DEPUTADO FEDERAL, GILVAN ALVES, CUMPRIU AGENDA NO MUNICÍPIO DE UMARIZAL

Gilvan Alves esteve visitando a feira livre e o centro comercial do município (Foto: Divulgação)

A Caminhada da Mudança passou pelo município de Umarizal-RN, nesta última segunda-feira (10).

O candidato a Deputado Federal Gilvan Alves (AVANTE), esteve visitando a Feira Livre e centro comercial do Município, ao lado do vice-presidente da Câmara Municipal de Umarizal, o Vereador Maykon Nunes.

Além das visitas, Gilvan ainda participou do programa Evidência com Agmar Dutra, na rádio Fraternidade de Umarizal.

Quem também esteve presente na Caminhada foi o Deputado Estadual, e candidato a reeleição, Carlos Augusto (PCdoB), que esteve com sua comitiva visitando a cidade e caminhando ao lado do futuro Deputado Federal, Gilvan Alves.

“Agradecemos a recepção da equipe da rádio Fraternidade, na pessoa do seu diretor, o irmão Bosco; e dos vereadores Jatão e do Marcos de Antônio Néon (presidente da Câmara Municipal de Umarizal); além do meu amigo Maykon, que é vice-presidente da Câmara dos Vereadores”, declarou Gilvan.

Compartilhe

FPM É ZERADO PARA 45 CIDADES DO RIO GRANDE DO NORTE

Sede da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN (Foto: Demis Roussos)

O primeiro decêndio do Fundo de Participação dos Municípios do mês de Setembro, pago na última segunda-feira, dia 10, foi zerado para 45 cidades do Rio Grande do Norte. O não recebimento dos recursos afeta a situação financeira dos municípios.

Para a Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN, a situação das cidades que tiveram o FPM zerado compromete a realização dos pagamentos realizados pelos prefeitos e o equilíbrio financeiro programado pelas gestões.

“A gravidade da crise econômica já impõe a realidade de praticamente não haver obras nos municípios, e um sacrifício imenso dos gestores, que contam com o FPM, para honrar os pagamentos. O Fundo zerado afeta o planejamento dos prefeitos”, disse Naldinho, presidente da FEMURN e atual Prefeito de São Paulo do Potengi.

Faltando menos de um mês para as eleições, Naldinho alerta para a importância da redefinição do pacto federativo: “Somente um novo pacto federativo pode dar novas e boas condições as nossas cidades, não só do RN, mas do Brasil inteiro. É preciso ter atenção na hora do voto, já que é a oportunidade de elegermos parte do congresso e um novo presidente comprometidos com pautas que melhorem nosso país”, afirmou o gestor.

Diversas cidades têm como principal fonte de recursos o FPM, que é dividido em três cotas mensais, repassadas pelo Tesouro Nacional nos dias 10, 20 e 30.

MUNICÍPIOS ZERADOS DE FPM NA PRIMEIRA COTA DE SETEMBRO/2018:

AFONSO BEZERRA

ALMINO AFONSO

ALTO DO RODRIGUES

ANTÔNIO MARTINS

AREIA BRANCA

BARAÛNA

BENTO FERNANDES

CARNAUBAIS

EQUADOR

EXTREMOZ

FELIPE GUERRA

FLORÂNIA

GALINHOS

GOV. DIX-SEPT ROSADO

GROSSOS

GUAMARÉ

IELMO MARINHO

IPANGUAÇU

JANDAIRA

JANDUIS

JOÃO CÂMARA

LAGOA D’ANTA

LAGOA DE VELHOS

MONTE DAS GAMELEIRAS

MOSSORÓ

NOVA CRUZ

PARANÁ

PARAZINHO

RIO DO FOGO

PEDRA GRANDE

PEDRO VELHO

PENDÊNCIAS

POÇO BRANCO

PUREZA

RAFAEL GODEIRO

TIBAU

SANTANA DO MATOS

SANTO ANTÓNIO

SÃO MIGUEL GOSTOSO

SERRA DE SÃO BENTO

SERRA DO MEL

TOUROS

TRIUNFO POTIGUAR

UMARIZAL

VILA FLOR.

Compartilhe

PESQUISA DATAFOLHA: BOLSONARO, 24%; CIRO, 13%; MARINA, 11%; ALCKMIN, 10%; HADDAD, 9%

O Datafolha divulgou nesta segunda-feira (10) uma nova pesquisa de intenção de voto para presidente da República. É o primeiro levantamento do instituto desde que o Tribunal Superior Eleitoral rejeitou a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência.

Lula está preso em Curitiba, condenado a 12 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

O Datafolha pesquisou o cenário em que o nome de Fernando Haddad, candidato a vice-presidente pelo PT, aparece como possível substituto de Lula na chapa.

nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos.

Vamos aos números:

Leia mais AQUI.

Compartilhe

ZENAIDE COMPROVA NO SEU PRIMEIRO PROGRAMA ELEITORAL QUE SEMPRE ESTÁ DO LADO DO TRABALHADOR

Zenaide, no seu programa eleitoral de televisão, comprova sua posição em defesa do trabalhador (Foto: Reprodução)

O primeiro vídeo da candidata ao Senado Federal, Zenaide, no seu programa eleitoral de televisão, comprova sua posição em defesa do trabalhador.

Trechos de seus posicionamentos na Câmara Federal durante votações abrem o vídeo, que destaca também o depoimento da candidata ao Governo do Estado, Fátima Bezerra: “Zenaide representa o povo trabalhador do Rio Grande do Norte”, declara.

Compartilhe
phdvirtual

“É PRECISO MEXER NA LEI”, REFORÇA GERALDO EM HORÁRIO ELEITORAL

Na TV, o candidato fala que é necessário debater a cobrança de dívidas executadas pelo Estado aos cidadãos (Foto: Reprodução/Horário Eleitoral)

O candidato ao Senado da República Geraldo Melo (PSDB) discutiu a política de cobrança de impostos e a relação do Estado com os brasileiros em Programa Eleitoral que esta sendo exibido nesta segunda-feira (3). Na TV, o candidato fala que é necessário debater a cobrança de dívidas executadas pelo Estado aos cidadãos e sustenta mudanças nesta questão.

Para Geraldo é preciso questionar a maneira que os débitos são cobrados pelo Estado aos cidadãos, e fazer mudanças na atual legislação brasileira. “Tá na hora de discutir coisas assim. Por que é que quando um cidadão deve ao Estado brasileiro, ao Governo Federal, Estadual ou Municipal, o Estado brasileiro pode executa-lo, tomar o carro, casa, cama, sapato. Mas quando o Estado brasileiro deve ao cidadão ele não pode fazer nada disso? Nem pode executar nem tomar. Por que será? Porque no Brasil considera-se que o Estado é o soberano, e o povo que o sustenta é o súdito. É por essa e por outras coisas que eu digo: é preciso mexer na lei! Essa é uma das coisas que precisa mudar”, sustenta Geraldo.

Compartilhe

USO DAS REDE SOCIAIS VIRA MAIOR GATILHO PARA A CAMPANHA DE JOÃO AMOÊDO

Quando João Amoêdo pisou no saguão do aeroporto internacional dos Guararapes, no Recife, os celulares de sua claque passaram a funcionar. Os cerca de 40 militantes que se reuniram para recepcionar o candidato a presidente do Novo compunham grupo modesto, mas preparado: logo revezaram-se na tarefa de transmitir ao vivo o ato político.

Desconhecido de grande parte do eleitorado – e ainda sem o traquejo de quem está acostumado a abraçar eleitor, beijar criancinhas e mordiscar pastel de feira -, Amoêdo, candidato de um partido jovem e nanico, tem usado as andanças de campanha para municiar suas redes sociais, espaço onde guerreia em melhores condições com rivais.

Os esforços já deram resultado. Nas duas últimas semanas, o Google registrou, em média, mais interesse em buscas por Amoêdo do que por candidatos estabelecidos na corrida ou com estrutura partidária consolidada, como Geraldo Alckmin (PSDB), Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT) e Henrique Meirelles (MDB). Amoêdo perdeu no buscador apenas para os líderes, Lula (PT) e Jair Bolsonaro (PSL). No Facebook, rede social mais usada do País, alcançou dias atrás mais de dois milhões de “curtidas”, o que o coloca bem à frente da maior parte de seus concorrentes (mais informações nesta página).

Esse esforço digital começa a transparecer, mesmo que de forma incipiente, em sondagens eleitorais. Em duas pesquisas nacionais divulgadas na semana passada, encomendadas pelo BTG e pela XP Investimentos, Amoêdo apareceu com 4% das intenções de voto no cenário estimulado, no qual os nomes dos candidatos são apresentados. É o suficiente para deixá-lo embolado, considerando o limite da margem de erro das pesquisas, com Alckmin, Ciro e Marina. Antes, ele vinha pontuando, no máximo, 2% nas pesquisas nacionais.

Leia mais AQUI.

Compartilhe
phdvirtual

JOÃO MAIA ACREDITA QUE A POLÍTICA PODE MELHORAR A VIDA DAS PESSOAS

O candidato a deputado federal João Maia na sua participação na Propaganda Eleitoral Gratuita pediu licença para entrar nas casas das pessoas para falar desse importante momento democrático.

Para o presidente estadual do PR, se hoje a população está aflita com a falta de esperança, sem segurança, onde o atendimento médico e a saúde é quase uma questão de loteria, além da falta de emprego, João Maia acredita que “é a política que pode ajudar a modificar isso”.

No espaço reservado para João Maia, ele também falou sobre o dia 7 de outubro (eleições) e tratou a data como um dia muito especial, onde todos são iguais. “Eu queria pedir humildemente que a senhora e o senhor ouvisse as propostas que minha equipe está levando”, declarou.

João Maia ainda destacou que aprendeu com sua mãe que tudo começa em casa, na escola e na igreja. Para conseguir dias melhores citou os ensinamentos recebidos de sua família: trabalho, estudo, esperança, fé em Deus e determinação.

“A decisão que for tomada pode ajudar a melhorar a nossa vida, a vida de sua família, a vida dos seus vizinhos e da sua comunidade pelos próximos quatro anos”, enfatizou João Maia.

Compartilhe